Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

ONS prevê mais chuvas para a região Sul com índice acima da média No relatório, o ONS prevê ainda que o subsistema Sudeste/Centro Oeste deverá ter vazão próxima da média histórica

Agência Brasil

Publicação: 18/06/2014 10:17 Atualização: 18/06/2014 10:22

A melhora significativa das condições dos reservatórios no Subsistema Sul do país foi registrada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) em seu Sumário Executivo do Programa Mensal de Operação, relativo à semana de 14 a 20 de junho. No relatório, o ONS prevê ainda que o subsistema Sudeste/Centro Oeste deverá ter vazão próxima da média histórica, o Norte levemente abaixo da média e que o Nordeste deverá permanecer com afluência desfavorável, em torno de 44% da média.

A previsão para o período de 14 a 20 de junho é de que a rápida passagem de uma frente fria no início da semana pelo Paraná ocasione chuva fraca na Bacia do Rio Iguaçu e em pontos isolados da Bacia do Rio Paranapanema. Uma segunda frente avança pela Região Sul durante a semana e causa chuva fraca nas bacias dos rios Uruguai, Jacuí e Iguaçu.

O ONS prevê também que, em razão de o feriado de Corpus Christi (celebrado 60 dias depois da Páscoa) cair este ano no dia 19 de junho - no ano passado foi comemorado em 30 de maio - haverá menor crescimento da demanda por energia, comparada ao mesmo mês do ano anterior. Contribuirão ainda os dias de jogos da Copa, tanto aqueles com participação da seleção brasileira, quanto os demais jogos, com impacto maior nas capitais onde se realizarem.

A estimativa é de que a carga prevista para junho, no Subsistema Nordeste, mantenha tendência de crescimento com base no comportamento do consumo das classes residencial e
comercial. O crescimento deverá ser 2,7% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Leia mais notícias em Brasil

No Subsistema Norte, a alta taxa de crescimento prevista, de 27,1%, decorre principalmente da interligação do Sistema Manaus a partir de julho de 2013. Retirando o efeito dessa interligação, a carga prevista para junho apresenta acréscimo de 2,3% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Nos subsistemas Sul e Sudeste/Centro-Oeste, as taxas de crescimento previstas são 1% e 1,2%, respectivamente.

Em relação aos reservatórios, eles fecharam a terça-feira (17) em 39,97% da capacidade máxima no Subsistema Sudeste/Centro-Oeste (contra 36,97% do fim de maio); em 85,73% no Sul (contra 54,93%); no Norte em 91,97% (contra 92,97%); e no Nordeste em 38,39% (contra 40,8% da capacidade registrada no fechamento de maio).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas