Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Jogos de Brasil e Chile agitam brasileiros e turistas no Rio do Janeiro O Chile disputa a primeira colocação do grupo B com a Holanda, também classificada para a próxima fase

Agência Brasil

Publicação: 23/06/2014 13:22 Atualização:

O último jogo do Brasil na fase de grupos da Copa do Mundo voltou a agitar os torcedores no Rio de Janeiro na manhã desta segunda-feira (23/6). Na Praia de Copacabana, brasileiros e chilenos começaram a formar uma pequena fila por volta das 10h para assistir aos jogos das duas seleções na Fifa Fan Fest, evento oficial da Fifa. Às 17h desta segunda-feira, em Brasília, o Brasil enfrenta Camarões.

O Brasil ainda não está matemáticamente classificado para as oitavas de final, próxima fase da Copa do Mundo. Para garantir a classificação, a equipe depende apenas de um empate com os camaroneses, que ainda não marcaram nenhum gol e somam duas derrotas no Mundial.

Com presença garantida nas oitavas de final, o Chile disputa a primeira colocação do grupo B com a Holanda, também classificada para a próxima fase. A partida será às 13h, no Itaquerão, na capital paulista. Deste confronto, pode sair o provável próximo adversário do Brasil, caso a seleção de Felipão passe para as oitavas.

Um dos torcedores chilenos Bernardo Carrasco, de 33 anos, estava com o carro estacionado em Copacabana até a última sexta-feira (20), quando a Guarda Municipal removeu os veículos da orla e os transferiu para o Terreirão do Samba, no centro do Rio. A medida agradou a Carrasco, que elogiou a estrutura do terreno disponibilizado pela prefeitura e disse que vai assistir à partida do Chile na Fan Fest, em Copacabana.

“Não estamos com nenhum problema com assalto aqui [no Terreirão]. Temos aqui água, comida e banheiro. Os brasileiros são muitos carinhosos. Vamos ganhar hoje. Esta é a hora do Chile. É agora ou nunca. Queremos ser líderes do grupo para não enfrentarmos o Brasil agora”, disse Carrasco.

Leia mais notícias em Brasil

Muitos carros de turistas sul-americanos, a maioria chilenos, argentinos e colombianos, entram e saem do Terreirão do Samba a todo momento. Banheiros foram disponibilizados para os turistas, e estão em funcionamento os quiosques de venda de comida e bebida que ficam abertos durante o Carnaval.

“Eles [os turistas] são muito legais, muito autênticos. Não são de dar volta, de enrolar. Tudo o que pegam, pagam. Está saindo muita caipirinha", afirmou Cleide Barbosa, dona de um ponto comercial no Terreirão. "A menina ali, que fez minhas unhas ontem [22], queria pintá-las com as cores do Chile, mas eu disse: ‘não, Brasil’. Eles [chilenos] são muito atenciosos. Parecem ser muito família também. Muitos estão com mulheres e filhos. Parecem muito com os brasileiros”, acrescentou Cleide.

Mais dois jogos estão previstos para esta segunda-feira: já eliminadas, a atual campeão do mundo, Espanha, e a Austrália enfrentam-se às 13h, na Arena da Baixada, em Curitiba, em busca da primeira vitória na Copa. Às 17h, no Recife, o México e a Croácia, ambos do grupo do Brasil, disputam uma vaga nas oitavas de final.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas