Brasil
  • (5) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ainda dividindo opiniões, Lei da Palmada entra em vigor Especialistas elogiam caráter pedagógico da norma e refutam tese de intervenção excessiva do Estado

Ana Pompeu

Publicação: 28/06/2014 07:00 Atualização:

A apresentadora Xuxa fez campanha no Congresso pela aprovação da lei que prevê tratamento aos agressores  (Ailton de Freitas/Agencia O Globo - 25/6/14 )
A apresentadora Xuxa fez campanha no Congresso pela aprovação da lei que prevê tratamento aos agressores


Depois de quatro anos de polêmicas e discussões, começou a valer ontem a chamada Lei Menino Bernardo ou da Palmada, que proíbe castigos físicos e violências psicológicas como forma de educar crianças e adolescentes. Nas ruas, o tema ainda é motivo de resistência. Alguns pais entendem a legislação como uma intervenção excessiva do Estado dentro do ambiente familiar. Especialistas em direito de família, no entanto, consideram a norma um avanço.

Publicado na edição de ontem do Diário Oficial da União, o texto sofreu veto presidencial em um único dispositivo, que punia com multa de três a 20 salários mínimos servidores públicos, profissionais de saúde, de educação e de assistência social que deixassem de comunicar às autoridades casos em que houvesse suspeita ou confirmação de maus-tratos a crianças e adolescentes. A lei determina que pais, familiares, cuidadores e agentes públicos que cometerem violência contra crianças sejam encaminhados para um programa oficial ou comunitário de proteção à família, além de receberem tratamento psicológico ou psiquiátrico e advertência, dependendo de cada caso.

Leia mais notícias em Brasil

Para o presidente do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFam), Rodrigo da Cunha Pereira, a lei pode ocasionar uma mudança cultural. “Ela quebra um paradigma de educação de crianças. Era consenso de que podia bater em filhos. Agora propõe-se uma nova forma de educar”, afirma. Em relação aos questionamentos da população sobre a forte presença do Estado na vida privada, Pereira explica que em determinadas situações isso se faz necessário. “Quando se trata de pessoas vulneráveis, como crianças e idosos, é exatamente aí que o Estado deve entrar”, analisa.

De acordo com ele, a mudança é mais simbólica do que jurídica. “Tem um valor pedagógico muito mais importante do que um valor jurídico-prático. Não é possível medir a intensidade da palmada, como o índice de alcoolismo. Vai ter que entrar a sensatez. As pessoas vão se colocar a pensar sobre esse assunto, refletir sobre a própria postura”, argumenta. Na visão do presidente do IBDFam, a lei já cumpre o seu papel ao pautar o debate sobre o tema.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (5) comentários

Autor: edson luna
infelizmente é mais uma lei que não tem força alguma. os Brasileiros não tem nem Clinico Geral no Hospital,vai ter acesso a Psicologo e Psiquiatra. a Xuxa esqueceu que já foi pobre e pensa que todos tem acesso a tudo igual ela. A Rede globo tem que arrumar um emprego para ela se ocupar. | Denuncie |

Autor: RUBESON CARDOSO
A geração que está dando trabalho para a sociedade não é a geração palmada e sim a do Estatuto da Criança e do Adolescente, jovens sem limite, e folgados. | Denuncie |

Autor: leonardo silva
Xuxa símbolo de lei contra palmadas? Essa país não cansa de imagens ridículas. Umas senhora que tem 300 empregados para ajudar inclusive a criar a prole vive num mundo de mentirinha, agora os pais do mundo real não podem criar seus filhos da maneira necessária. Os excessos sempre foram punidos... | Denuncie |

Autor: Eric Silva
Quando pequeno recebia palmada quandofurtava coisa no supermecado, se não fosse as palmadas hoje seria ladrão, vivo num país democratico,:se for preciso vou dá palmadas sim, arrumam alguma coisa pra fazer bando de comunistas!!!! | Denuncie |

Autor: Eric Silva
Vou deixar bem claro sobre isso, que manda na minha casa sou eu, se for preciso dá umas palmadas eu farei, não é governo nenhum que vai me dizer o que devo fazer pada educar meu filho!!! Se for preciso vou utlizar a palmada sim, ok!!! Para de ficar fazendo besteira e vá cuidar da Administração. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas