Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dilma entrega casas construídas em terreno de antigo presídio no Rio Os apartamentos foram construídos no terreno onde funcionou o Complexo Penitenciário Frei Caneca

Agência Brasil

Publicação: 30/06/2014 22:09 Atualização:

A presidenta Dilma Rousseff entregou hoje (30), no Rio de Janeiro, dois conjuntos residenciais do Programa Minha Casa, Minha Vida no Estácio, zona norte do Rio, batizados de Zé Keti e Ismael Silva.

Os apartamentos foram construídos no terreno onde funcionou o Complexo Penitenciário Frei Caneca. Dilma lembrou que o presídio chegou a abrigar presos políticos como o escritor Graciliano Ramos e o líder comunista Luiz Carlos Prestes. “Aqui era um lugar onde a privação da liberdade era regra”, disse, acrescentando que hoje o local foi transformado em lugar de alegria e moradia para famílias. “É um recomeço e também um caminho para o futuro”, completou.

A presidenta destacou que o programa costuma entregar a titularidade dos imóveis para as mulheres porque em muitos casos elas são a chefe da família. "Quando o homem for o representante pela criação dos filhos será ele, mas na grande maioria das vezes a titularidade, ou seja, em nome de quem fica o imóvel, é em nome da mulher pelo fato dela representa a família", explicou.

O presídio foi construído em 1850 por dom Pedro II para ser a Casa de Correção da Corte. O Frei Caneca foi desativado em 2006 com a transferência dos presos para o Complexo de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio.

Dilma elogiou a iniciativa dos governos estadual e municipal de destinar a área para a construção dos conjuntos residenciais em vez de entregar para outras atividades diante do alto valor imobiliário do terreno. “Mesmo considerando o valor imobiliário que aqui seria obtido, tem mais valor para nós a moradia de 998 famílias”, disse a presidenta que, junto com o governador Luiz Fernando Pezão e o prefeito do Rio, Eduardo Paes, destacou que a parceria entre os três níveis de governo foi fundamental para a construção dos conjuntos residenciais.

O ministro das Cidades, Gilberto Occhi, pediu para os novos moradores cuidarem bem dos imóveis e das áreas comuns dos conjuntos residenciais. “Não vendam, não troquem e não façam nada que não seja morar aqui em paz com harmonia e com a graça de Deus”, aconselhou.

Leia mais notícias em Brasil

O ministro informou ainda que cada família beneficiada hoje vai receber da Caixa Econômica Federal o cartão Minha Casa Melhor, com o qual poderão comprar eletrodomésticos e outros bens para equipar as moradias. “Procurem pechinchar, procurem o lugar mais barato, procurem com calma comprar o que vocês precisam”, pediu.

No fim da cerimônia a presidenta citou uns versos da música Alegria, de Ismael Silva: Foi-se a tristeza, veio a alegria tinha a certeza de ser feliz algum dia. “Acho que é isso que está acontecendo hoje. Vocês tem certeza que chegou o dia de ser feliz”.

No evento de hoje, Dilma voltou a anunciar que o governo deve lançar a terceira etapa do Minha Casa, Minha Vida “em breve”, mas dessa vez não marcou uma data específica.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas