Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

MTST faz manifestação em frente a construtora dona de terreno ocupado O movimento reivindica que uma área na região do Morumbi, na zona sul da capital, ocupada há duas semanas, seja destinada à moradia popular

Agência Brasil

Publicação: 07/07/2014 11:53 Atualização:

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) protestam em frente ao prédio da Construtora Even, na Rua Hungria, trecho da Marginal Pinheiros, onde ocupam duas faixas da pista. A manifestação começou na região do Largo da Batata, na zona oeste de São Paulo, de onde os sem-teto partiram em passeata por volta das 10h. Segundo a Polícia Militar, 300 pessoas participam do ato.

O movimento reivindica que uma área na região do Morumbi, na zona sul da capital, ocupada há duas semanas, seja destinada à moradia popular. O terreno pertence à Construtora Even há três anos, segundo o MTST. O líder do movimento, Guilherme Boulos, participa de reunião com representantes da construtora para negociar que o terreno seja vendido ao governo estadual, que ficaria responsável pela construção das moradias.

A ocupação, ocorrida no dia 20 de junho, tem cerca de 2 mil famílias, e a construtora já entrou com pedido de reintegração de posse, segundo uma das coordenadoras do MTST, Simone Peres. "Com a construtora vendendo o terreno para o governo, esperamos que sejam construídos prédios de apartamentos adequados, em tamanho grande, onde possamos receber nossas visitas, com cozinha que não tenhamos que tirar a geladeira para poder entrar".

Leia mais notícias em Brasil

A área ocupada é chamada de Portal do Povo e fica no Portal do Morumbi. De acordo com Simone, o advogado do MTST já entrou com ação para derrubar o pedido de reintegração de posse e obteve sucesso. "Queremos ver qual é o interesse deles naquela área, que estava abandonada há muito tempo. Se eles não cederem o terreno, ficaremos lá até que cedam. Haverá resistência até conseguir o que queremos. Não estamos impondo nada, estamos lutando pelo nosso direito", disse.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas