Brasil
  • (11) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Discussão em shopping viraliza: "Abaixa a bola, pobre. Moro em triplex" "A gente vive num país tão m. que eu chego lá e solto a grana para o delegado", disse a mulher que se exaltou

Michelle Macedo

Publicação: 11/07/2014 18:31 Atualização: 11/07/2014 20:10

 (Reprodução/Facebook André Bastos)
“Vai me encarar? Não tenho medo de pobre. Abaixa a bola, pobre. Moro em triplex”, diz, exaltada, a mulher, apontando o dedo para a outra. A cena fez parte de uma discussão no Barra Shopping, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. O bate boca foi registrado na noite dessa quinta-feira (10/7) e logo depois já estava na internet. Até a publicação deste texto os compartilhamentos já passavam de 90 mil. Na confusão entre duas clientes de uma loja de crepes, uma das mulheres se excede e começa a gritar e ofender a outra.

Nervosa, a mulher diz que trabalha há 40 anos no Aeroporto Internacional e que a outra “não tem discernimento de cultura”. Uma das envolvidas volta à mesa na tentativa de terminar a refeição, mas é impedida pela outra que diz “a gente vive num país tão m. que eu chego lá e solto a grana para o delegado”.

Leia mais notícias em Brasil

As outras pessoas no local apenas observam a discussão, incrédulas. A mulher ofendida pede para uma atendente chamar a gerente, mas isso não termina com a confusão. As provocações continuam: “você pode dar emprego para ela (atendente), eu posso, você pode? Pobre”, grita a mulher. Veja o vídeo aqui.

“Eu sou classe dominante e fico revoltada. Você é uma idiota”. A discussão continua por mais alguns minutos, até que uma jovem que diz ser psicóloga tenta intervir, pedindo para que a mulher se acalme, mas ela diz “que está tudo bem, eu sou psicóloga também”. Quando percebe que um rapaz está filmando a briga, parte para agressão homofóbica a ele.

De acordo com o Barra Shopping, assim que a segurança foi chamada até a loja, a mulher foi retirada do local, com resistência. Ela também teria ofendido os profissionais. A Crepelocks informou que antes de pedir ajuda aos seguranças, a gerente de creperia pediu para que a mulher saísse, mas ela continuou discutindo. Os envolvidos na confusão não foram identificados até o momento.

Esta matéria tem: (11) comentários

Autor: wilton veloso
Ela pode morar num triplex, ser rica e tudo mais, só que a "pobreza de espírito" dela é o mair dom que ela tem. Quando acabam os argumentos parte-se para a apelação. | Denuncie |

Autor: Júlio Albuquerque
Pobreza material não é defeito, não é pecado, não é vergonha; agora, pobreza de espírito, essa sim, é a pior pobreza, a pobreza desprezível. | Denuncie |

Autor: Marcio Rodrigues
Essa é tão feia que é igual jiló, quase ninguém gosta. (falei "gosta" porque se falasse a outra coisa não publicaria...kkk) | Denuncie |

Autor: Marcio Rodrigues
Da pra ver na foto que ela está fora de forma...gordíssima... | Denuncie |

Autor: Marcio Rodrigues
Triplex de ap e arrogância em triplo. Se fosse comigo ela estaria com o telefone ocupado até agora, teria soltado um tapa na cara e deixado as digitais palmares na face | Denuncie |

Autor: Marcio Rodrigues
Um triplex com banheiro fedido igual da rodoviária do plano,ou ela vai dizer que não faz o número 2 | Denuncie |

Autor: Elisângela Pereira
Sem pé nem cabeça. O motivo pra iniciar essa discussão qual foi mesmo? | Denuncie |

Autor: patrick Moraes
Tinha que ter algum comentário falando sobre homofobia. A sociedade tem sido refém desse termo. | Denuncie |

Autor: ANTONIO GOMES
Triplex. Financiando em 480 prestações pagas sempre com atraso!!!!! KKKKKK!!!! | Denuncie |

Autor: Ana Paula Andrade
Não sabia que "ser pobre" era defeito... "quando não há argumentos parte-se para ofensas" | Denuncie |

Autor: Renata U.
"Mulher" que se exaltou? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas