Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Senado desmente criação de projeto de lei que altera língua portuguesa Entre outras coisas, o rumor que invadiu as redes sociais diz que palavras como "hotel", "hoje" e "humor" seriam grifados sem a letra "h"

Publicação: 20/08/2014 20:01 Atualização: 20/08/2014 20:03

Nas últimas semanas um suposto “projeto de lei” criado pelo Senado com a intenção de “simplificar” a Língua Portuguesa repercutiu nas redes sociais e deu o que falar em sites da internet. De acordo com as publicações, entre as mudanças que o projeto previa, estava a abolição de "ç", "ch" e "ss” da ortografia oficial. No entanto, tudo não passa de um mal entendido.

Diante das dificuldades de entender o Novo acordo ortográfico, que começa a valer em 2016, o Senado criou um grupo de trabalho para analisar o que foi proposto e estudar meios que facilitem o aprendizado. O grupo é formado por professores da área de linguística que fazem uma análise técnica do novo acordo, com suporte da Comissão de Educação do Senado.

Devido a dimensão atingida pelo tal boato do "projeto de lei", muitos professores, alunos e estudiosos da língua portuguesa buscaram informações com o Senado. O presidente da comissão, o senador Cyro Miranda, informou por meio de nota oficial, que as medidas divulgadas e que preocupou muita gente na web não são verdadeiras. “Recentes notícias de que estaríamos a ponto de reformular a ortografia da Língua Portuguesa não procedem”, apontou.

Leia mais notícias em Brasil

De acordo com a assessoria da senadora Ana Amélia, que ocupa a vice-presidência da mesma comissão, até o momento nenhuma mudança radical na lingua portuguesa está prevista. As ideias de realizar alterações pontuais na ortografia seriam apenas visões particulares de profissionais da educação que participam do grupo de trabalho e não uma decisão em conjunto da comissão ou mesmo um projeto de lei já formulado.

Antes de qualquer alteração na Língua Portuguesa, o assunto deverá ser debatido com outros países que utilizam o idioma e, principalmente, com a sociedade brasileira.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas