Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Justiça revoga benefício do semiaberto para Suzane von Richthofen A decisão foi tomada após uma audiência com a detenta, que pediu para permanecer no regime fechado

Publicação: 21/08/2014 15:19 Atualização:


 (	Tuca Vieira/Folha Imagem)


A juíza Sueli Zeraik de Oliveira Armani, da 1ª Vara de Execuções Criminais de Taubaté, revogou o benefício do regime semiaberto concedido a Suzana von Richthofen, condenada a 39 anos de prisão por matar os pais em 2002.

A decisão foi tomada após uma audiência com a detenta, que pediu para permanecer no regime fechado até a conclusão da construção de uma nova ala do semiaberto que está sendo construído na penitenciária. Richthofen fez o pedido por escrito, afirmando que não tinha interesse no benefício da progressão penal, concedido no último dia 13, por temer sua vida fora da prisão.

Richthofen foi condenada pelo assassinato dos pais, Manfred e Marísia. O crime ocorreu na casa da família, em São Paulo, e contou com a participação de Cristian e Daniel Cravinhos (namorado de Suzane), que confessaram o homicídio.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas