Brasil
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Assassinato do promotor de Pernambuco Thiago Faria segue sem investigação O relator entendeu que a demora no esclarecimento do crime representa grave violação dos direitos humanos

Publicação: 22/08/2014 08:12 Atualização: 22/08/2014 08:16

Uma semana após a Terceira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinar que a Polícia Federal assuma o inquérito que investiga o assassinato do promotor Thiago Faria Soares, ocorrido em outubro do ano passado, a superintendência da PF em Pernambuco ainda não recebeu a notificação para começar a apurar o fato.

Leia mais notícias em Brasil

O relator, ministro Rogerio Schietti Cruz, entendeu que a demora no esclarecimento do crime representa grave violação dos direitos humanos e pode resultar na impunidade dos seus mandantes e executores. Soares, integrante do Ministério Público de Pernambuco, foi morto a tiros quando dirigia em uma rodovia no município de Itaíba.

O crime estaria inserido no contexto de atuação de grupos de extermínio na área, conhecida como Triângulo da Pistolagem.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: jose oliveira neves
Ué, o MP não vive avocando para si a investigação criminal???? Que vá investigar então..... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas