Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Penitenciária inicia a remoção de presos envolvidos em rebelião no Paraná Aproximadamente 600 detentos serão transferidos para outras prisões. Durante o motim, quatro pessoas morreram

Publicação: 25/08/2014 18:55 Atualização: 25/08/2014 19:01

A Penitenciária Estadual de Cascavel, no Paraná, iniciou na tarde desta segunda-feira (25/8) a transferência de 600 presos. As remoções eram exigidas por aproximadamente 500 presidiários durante uma rebelião que durou mais de 24 horas.

Segundo a Secretaria de Justiça do Estado, o Comando de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar conseguiu chegar a um acordo com os detentos. No entanto, os dois agentes penitenciários feitos reféns ainda não foram liberados. A Secretaria espera que eles sejam soltos após todas as remoções e que a rebelião chegue ao fim nas próximas horas.

Leia mais notícias em Brasil

Até o momento, foram registradas quatro mortes: dois detentos foram decapitados e outros dois arremessados do telhado. O presídio teve a estrutura depredada e houve queima de colchões.

Ainda não se sabe as causas do conflito, mas a suspeita do Depen é de que seja uma briga entre facções. Um levantamento dos estragos na unidade só será feito após os agentes serem libertados e a rebelião encerrada.

A penitenciária, que tem capacidade para 1.182 presos, abriga 1.040. Segundo a Secretaria de Justiça, 159 agentes trabalham no local, divididos por escalas. Não foi divulgada a quantidade de funcionários que trabalhavam no momento da rebelião.


Com informações da Agência Brasil

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas