Dono da frase que inspirou Temer em discurso de posse está preso

A frase "Não fale em crise, trabalhe" está estampada em um outdoor próximo ao Posto "Doninha", na Rodovia Castelo Branco

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/05/2016 20:24

 

 

Durante discurso de posse como presidente interino na última quinta-feira (12/5), Michel Temer citou a frase "Não fale em crise, trabalhe", que leu quando passava por um posto de gasolina em São Paulo. O dono do posto "Doninha", João Mauro de Toledo Piza, o Joca, de 71 anos, muso inspirador de Temer, está preso, condenado a oito anos por tentativa de homicídio.

O crime teria ocorrido em 2012, quando o dono do local atirou contra um rapaz por causa de desavenças pessoais. Em 2014, Joca foi condenado. "Agiu, portanto, com 'animus necandi' e, não obstante o número de disparos efetuados, deu início à execução de um crime de homicídio, que não se consumou por circunstâncias alheias à sua vontade, não havendo que se falar em desclassificação para o delito de lesões corporais, como pretendido pelo apelante, em suas razões de recurso", diz um trecho da decisão judicial.

Além desta acusação, em 2010, o empresário esteve envolvido em um esquema de venda de combustíveis roubados no próprio posto. De acordo com a Polícia Civil, Joca não foi preso em flagrante, mas indiciado por receptação dolosa, sonegação fiscal e formação de quadrilha. Além disso, é processado também por estelionato e despejo por falta de pagamento.

Ao jornal Extra, o advogado e genro do réu Silas Stancanelli afirmou que tem orgulho de ter tido a frase da família mencionada por Temer. "Ele falou a vida inteira para os filhos, tipo 'Não reclame disso, trabalhe'. 'Não reclame da crise, trabalhe'", relembrou.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Vanno
Vanno - 14 de Maio às 01:45
O que uma coisa tem a ver com a outra?!
 
helder
helder - 13 de Maio às 22:47
Affff! Não tem assuntos melhores não é?
 
bruno
bruno - 13 de Maio às 21:32
É cada correlação mais sem sentido para desqualificar as pessoas... tsc tsc. Faltou criatividade.