SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Enem é cancelado, mas ocorre normalmente em universidade do Pará

Confusão aconteceu no Câmpus Amazonas da Universidade Federal do Oeste do Pará. O mesmo ocorreu em colégio de Taguatinga selecionado para abrigar o Enem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/11/2016 17:42

Alunos que fariam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Câmpus Amazonas da Universidade Federal do Oeste do Pará, neste sábado (6/11), receberam mensagens de que o teste no local havia sido adiado. Porém, a exemplo do que aconteceu com uma escola em Taguatinga, quem foi até o lugar conseguiu entrar e fazer a prova normalmente.

A escola do Distrito Federal em que a mesma confusão aconteceu foi o Centro de Ensino Médio Ave Branca (Cemab), que estava ocupado por estudantes contrários à PEC 241 e à proposta de reforma do ensino médio até o começo desta semana. Até a publicação desta matéria, o Ministério da Educação (MEC) não havia confirmado se esses eram os dois únicos casos.

De acordo com o MEC, o adiamento da prova em cima da hora afetaria 159 candidatos no Cemab e 520 em Santarém. Segundo a pasta, mesmo desocupado, o colégio do DF não oferecia as condições adequadas para a aplicação do exame. Mesmo assim, os cerca de 40 estudantes que chegaram à escola conseguiram entrar e fazer o Enem.

Nova prova


O único atrasado foi o estudante Cláudio José, 27 anos. A sala dele era uma das que teriam a prova adiada, mas Cláudio não tinha recebido nenhum aviso do Inep. “Foram adiadas? Eu não recebi no meu aparelho não. De nenhuma forma. Não me avisaram”, relatou à Agência Brasil.

Questionado sobre a confusão, o Inep informou que houve uma falha de comunicação entre o órgão e os consórcios aplicadores da prova. Segundo a assessoria de comunicação do órgão, os estudantes foram avisados sobre o adiamento. Mas os fiscais de prova não receberam o mesmo aviso e, por isso, aplicaram normalmente o exame para os poucos que compareceram.

Quem fez o Enem nessas duas instituições de ensino terá a nota computada e deve voltar neste domingo (6) para completar as provas. Já os que não fizeram o Enem terão garantido o direito em 3 e 4 de dezembro.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade