SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Conheça quem são os jogadores da Chapecoense mortos no acidente aéreo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/11/2016 19:52 / atualizado em 29/11/2016 21:31

Maíra Nunes

Ananias Eloi Castro Monteiro
Meia-atacante, 27 anos


Ananias se consagrou ao fazer o primeiro gol do novo estádio do Palmeiras, o Allianz Parque. Teve passagens pelo Bahia e se destacou na Portuguesa, em 2012, quando ganhou apelido de "Ananiesta", em homenagem ao craque do Barcelona, Andrés Iniesta. Ainda atuou pelo Cruzeiro, Palmeiras e Sport. Estava na Chapecoense desde 2015.

 

 

Arthur Maia
Meia-atacante, 24 anos


Era jogador do Vitória emprestado à Chapecoense. Em 2015, Arthur Maia foi emprestado ao Flamengo, onde atuou em 22 jogos e marcou dois gols. Também jogou no futebol japonês, no clube Kawasaki Frontale.

 

 

 

 

Bruno Rangel
Atacante, 34 anos


Bruno fazia história junto do time que ele ajudou a classificar para a final da Copa Sul-Americana, pela primeira vez na história do clube ao se tornar o maior artilheiro da Chapecoense, com 77 gols. Passou por times como Paysandu e Joinville antes.

 

 

 

 

 

 

Ailton Canela
Atacante, 22 anos

O garoto protagonizou momento de descontração no aeroporto de Guarulhos antes de o time embarcar para a Colômbia: fez um truque de mágica com cartas de baralho para o restante do elenco. Em 2015, foi campeão da Série D com o Botafogo de Ribeirão Preto.

 

 

 

 

 

Cleber Santana
Meia-atacante, 25 anos

O então capitão da Chapecoense iniciou a carreira no Sport (PE) e passou por vários times, como Vitória, Santos, São Paulo, Flamengo e até o japonês Kashiwa Reysol. Na Espanha, assinou com o Atlético de Madrid um contrato de três anos por 6 milhões de euros e ainda atuou no Mallorca. Deixa dois filhos, um de 14, outro de 11 anos.

 

 

 

 

 

Marcos Danilo Padilha
Goleiro, 31 anos

Um dos destaques da Chapecoense, Danilo pegou quatro pênaltis nas oitavas de final da Copa Sul-Americana e protagonizou uma defesa salvadora no último lance de perigo que poderia dar a vitória ao San Lorenzo nas semifinais. Foi resgatado com vida do acidente com o avião na Colômbia, mas não resistiu e morreu no hospital.

 

 

 

 

 

Dener Assunção Braz
Lateral-esquerdo, 25 anos


Passou por clubes como Grêmio, Veranópolis, Vitória e atuava pela Chapecoense desde 2015. Ao fim desta temporada, São Paulo demonstrava interesse em contar com o lateral em 2017.

 

 

 

 

 

Filipe José Machado
Zagueiro, 32 anos

Teve passagens por Internacional, Fluminense e clubes do exterior da Espanha, Bulgária, Itália, Azerbaijão, Emirados Árabes e Irã. Mas foi no Macaé que conquistou o título da Série C do Brasileirão. Pela Chapecoense, teria a chance de brigar pela primeira taça internacional dele. O zagueiro fez um vídeo descontraído já dentro do avião antes do voo ainda na saída do Brasil.

 

 

 

 

 

José Paiva, o Gil
Volante/meio campista, 29 anos


Passou por clubes como Coritiba, Santo André, Vitória, Ponte Preta, Santa Cruz e Mogi Mirim. O volante Gil poderia se tornar o primeiro jogador nascido no Rio Grande do Norte a se tornar campeão da Copa Sul-Americana.

 

 

 

 

 

Guilherme Gimenez de Souza, o Gimenez
Lateral e meio-campista, 21 anos

Antes da Chapecoense, passou por Goiás e Botafogo de Ribeirão Preto, onde nasceu. Deixa a esposa e uma filha de dois anos.

 

 

 

 

 

 

 

Mario Kempes
Atacante, 34 anos

Era um dos destaques da Chapecoense em 2016. Teve passagem por Portuguesa, Vitória, Ceará, América Mineiro e pelos times japoneses Cerezo Osaka e JEF United Ichihara Chiba.

 

 

 

 

 

 

 

Lucas Gomes da Silva
Atacante, 26 anos

Foi revelado pelo Bragantino, passou por São Raimundo-PA, Trem-AP, Castanhal-PA, Ananindeua-PA, Londrina, Sampaio Corrêa, Tuna Luso, Icasa e Fluminense. Pelo Brasileirão, marcou um golaço na vitória da equipe de Chapecó sobre o Coritiba.

 

 

 

 

 

Matheus Biteco
Volante/meio-campista, 21 anos

É irmão mais novo de Guilherme Biteco, meia-atacante de 23 anos que atualmente está no Ceará. Matheus começou no Grêmio, assim como o irmão, e jogou nas categorias de base da Seleção Brasileira Sub-20, em 2013, e Sub-21, em 2014

 

 

 

 

 

Sergio Manoel Barbosa
Volante, 27 anos


A principal atuação havia sido no Coritiba, entre 2012 e 2014, quando atuou em 36 jogos e ainda sagrou-se campeão paranaense. O jogador foi contratado pela Chapecoense como reforço para 2016, vindo do Água Santa, onde disputou o Campeonato Paulista no início do ano.

 

 

 

 

 

William Thiego
Zagueiro, 30 anos

Foi revelado pelo Sergipe, mas antes de completar 20 anos jogou na categoria de base do Grêmio. Atuou pelo Bahia, Ceará e Figueirense e teve passagens pelo futebol do Azerbaijão e do Japão antes de atuar pela Chapecoense, onde vivia o melhor momento da carreira: foi campeão catarinense em 2016 e disputaria a final da Copa Sul-Americana. Havia assinado pré-contrato com o Santos para 2017.

 

 

 

 

 

Tiago da Rocha, o Tiaguinho
Atacante, 22 anos


Foi revelado no Campeonato Carioca, quando atuou pelo Volta Redonda e chamou a atenção do técnico Abel Braga, então treinador do Fluminense. Antes de defender o Chapecoense, foi campeão da Série C de 2013 com o Santa Cruz. Na semana passada, Tiaguinho foi gravado pelos colegas de time quando recebia a notícia de que sua esposa estava esperando o primeiro filho do casal.

 

 

 

 

 

Josimar Rosado da Silva Tavares
Volante, 30 anos


Antes de defender a Chapecoense, Josimar passou pela Ponte Preta, Palmeiras e Internacional. Foi no time B do colorado que ganhou as primeiras oportunidades no futebol profissional, aos 20 anos, no Campeonato Gaúcho. Depois de quase três anos, retornou ao Inter, onde atuou por mais cinco anos, em 67 partidas.

 

 

 

 

 

Marcelo Augusto Mathias da Silva
Zagueiro, 25 anos

Chegou a trabalhar como marceneiro certa vez que se desiludiu com promessas de dirigentes de futebol, ainda na categoria juniores. Por insistência do pai, deu uma nova chance ao sonho de se tornar jogador e, em 2013, integrou o elenco do Volta Redonda. Após chamar atenção no Campeonato Carioca, foi contratado pelo Flamengo e reforçou a Chapecoense em 2016.

 

 

 

 

 

Mateus Caramelo
Lateral direito, 22 anos


Foi revelado no Campeonato Paulista de 2013 pelo Mogim Mirim. O apelido “Caramelo”, Mateus ganhou por causa da música Camaro Amarelo, da dupla sertaneja Munhoz e Mariano, que dizia “agora eu fiquei doce igual caramelo”. Atuou ainda pelo São Paulo e Atlético Goianiense.

 

 

 

 

 

 

Caio Júnior
Técnico e ex-jogador, 51 anos

Ex-jogador com passagens por Grêmio, Internacional e Paraná, dentre outros. Foi campeão gaúcho pelo Internacional e Grêmio. Começou a carreira de técnico em 2000. Na função, passou por 19 clubes, entre Palmeiras, Flamengo, Grêmio, Bahia, Criciúma e Vitória, onde conquistou o título do Campeonato Baiano em 2013.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade