SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Polícia de SP encontra 2,8 toneladas de maconha em carga de caminhão

O motorista, Adenilson Gomes de Assis, de 37 anos, contou que havia recebido a carga em Mundo Novo, Mato Grosso do Sul, na fronteira com o Paraguai, e a levaria até Ribeirão Preto

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/04/2017 19:35

Policiais rodoviários encontraram 2,8 toneladas de maconha escondidas sob a carga de papelão de um caminhão-baú, nesta sexta-feira (14/4), em Assis, cidade do interior de São Paulo. A droga estava prensada em tabletes com cerca de um quilo cada. Foi uma das maiores apreensões de drogas este ano no Estado. O veículo foi parado durante fiscalização de rotina da Polícia Militar Rodoviária na rodovia Miguel Jubran (SP-333), que liga o sudoeste paulista ao norte do Paraná.
 

O motorista, Adenilson Gomes de Assis, de 37 anos, contou que havia recebido a carga em Mundo Novo, Mato Grosso do Sul, na fronteira com o Paraguai, e a levaria até Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Ele receberia R$ 20 mil pelo serviço. Assis foi autuado em flagrante por tráfico de entorpecentes e levado para a Cadeia Pública de Lutécia, também no interior paulista.

De acordo com a polícia, as rodovias secundárias da região tornaram-se rotas dos grandes volumes de droga procedente do Paraguai, já que a fiscalização é maior em rodovias troncos, como a Raposo Tavares.

Ovos de Páscoa


Durante fiscalização de um ônibus procedente de Ponta Porã (MS), na fronteira com o Paraguai, policiais rodoviários apreenderam 12 ovos de Páscoa confeccionados com maconha, também nesta sexta-feira, em Assis. A droga, que pesou 7,5 quilos, estava embalada em papel colorido, normalmente usado para cobrir os ovos de chocolate.

Os policiais desconfiaram do peso e formado dos ovos que estavam numa mochila, no bagageiro do ônibus. O veículo seguia para São Paulo e foi abordado num posto de fiscalização da rodovia Raposo Tavares. O dono da bagagem, um homem de 53 anos que não teve o nome divulgado, foi preso em flagrante.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.