Estudante tenta matar diretora de escola a facadas em Pouso Alegre

O aluno disse que também pretendia matar o professor que pegou seu celular durante a aula

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/05/2017 16:54

Um estudante de 15 anos foi apreendido nesta quarta-feira, 24/5, em Pouso Alegre, no sul de Minas Gerais, após tentar matar a facadas a diretora da Escola Municipal Clarice Toledo, no bairro São Cristóvão. Ela sofreu ferimentos pelo corpo ao ser jogada ao chão e cortou as mãos ao segurar a faca no momento em que o aluno tentava golpeá-la.
 

Um professor também interferiu para evitar que a diretora fosse atingida. O aluno disse que pretendia matar os dois, porque o docente pegou no dia anterior seu celular durante a aula e entregou à diretora. 

Ele falou ainda ter saído de casa armado com a faca, de mais de 20 centímetros de lâmina. "Ele foi para a escola com a intenção de cometer o crime", contou a delegada Lucila Vasconcelos.

A ocorrência foi registrada como tentativa de homicídio e o adolescente permanece apreendido na delegacia local à espera de vaga em uma instituição para infratores.

A vítima tem 54 anos e, segundo a Superintendência Regional de Educação, os ferimentos não foram graves. O aluno seria usuário de drogas e já havia denúncias de seu envolvimento com o tráfico na escola. O celular que gerou o atrito foi recolhido pela polícia e passará por perícia.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
LUIZ
LUIZ - 27 de Maio às 00:58
Leis hipócritas para um país hipócrita: se o "infrator" tivesse cometido o "ato infracional análogo à homícidio", as mortes da diretora e do professor seriam apenas uma reles "infração", e tudo em nome da "proteção aos direitos das crianças e adolescentes"...