Jovens de baixa renda podem fazer viagens interestaduais gratuitas

Benefício entrou em vigor em dezembro de 2016 e pode afetar milhões de jovens

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/06/2017 14:23 / atualizado em 02/06/2017 17:52

Divulgação/ juventude.gov.br

 
Os brasileiros que têm entre 15 e 29 anos, e renda familiar de até dois salários-mínimos, já podem viajar gratuitamente entre estados do país. O direito, que será garantido por meio do documento ID Jovem, foi aprovado em 2013, no Estatuto da Juventude, mas virou realidade somente em dezembro de 2016, após regulamentação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).
 
 
A partir de dezembro de 2016, as empresas de transporte, ônibus, trens ou embarcações, precisam reservar duas vagas gratuitas e duas com 50% de desconto para os beneficiários em toda viagem interestadual. O documento também garante meia-entrada em espetáculos culturais, inclusive em eventos esportivos, além da gratuidade no Enem. 


Com intenção de tornar o documento mais conhecido, o Governo Federal organizou a Caravana do ID Jovem, que visitou as 27 unidades federativas do Brasil. Segundo dados oficiais, 18 milhões de jovens podem ser beneficiados com essa novidade. 

O ID Jovem pode ser acessado pelo site da Caixa ou por meio de aplicativos para smartphones disponíveis nas plataformas Android, Windows e IOS. Após 160 dias da emissão do ID Jovem, o beneficiário precisa renovar o comprovante. 

Para receber o documento, também, o jovem precisar estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico), com dados atualizados há pelo menos 24 meses, e tenha seu Número de Identificação Social (NIS), que é possível acessar aqui.
 
As denúncias a empresas que não aceitem o ID Jovem podem ser feitas pelo telefone 166 da ANTT ou encaminhadas  ao Procon. 
 
*Estagiário sob supervisão de Anderson Costolli 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.