Repórter da Globo capota carro e é roubado ao ficar preso no cinto

Diogo Marques é jornalista da Globo Nordeste e passou por exames após o acidente

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/06/2017 15:05

Whatsapp/Cortesia e Facebook/Reprodução

 
O repórter da Globo Nordeste Diogo Marques foi roubado enquanto estava preso ao seu carro depois de um acidente. O jornalista estava sozinho dentro do veículo quando bateu e capotou em um cruzamento nas proximidades da avenida Agamenon Magalhões, na última quarta-feira (7/6). Ele não conseguiu se desvencilhar do cinto de segurança. Algumas das pessoas que estavam passando pelo local se dispuseram a ajudá-lo, enquanto outras aproveitaram a situação para realizar furtos. 
 

Diogo não conseguiu retirar o braço do cinto após o acidente e contou com o auxílio do homem que havia batido no carro, que foi responsável por impedir que as pessoas levassem outros objetos pessoais do jornalista. Apesar de não se ferir de forma grave, ele se deslocou para um hospital onde recebeu os primeiros atendimentos e realizou uma tomografia por precaução e em seguida foi liberado. 

Diogo foi o segundo repórter a sofrer acidente em menos de um mês. O jornalista Victor Bastos, também recifense e especializado em esportes, foi um dos feridos em um alarme falso de bomba na Itália. Victor estava na cidade de Turim para assistir em um telão à final da Liga dos Campeões quando um barulho de explosão causou pânico e tumulto. Por conta da correria, desencadeada pelo alerta de possível atentado terrorista, nove pessoas foram hospitalizadas em estado em grave e outras mil se machucaram.

"Numa dessas barreiras machuquei a perna e a boca enquanto pulava e fui empurrado. Corri aproximadamente 6km até a estação central de trem. No caminho muita gente ferida, desmaiada. Objetos perdidos (sapatos, bolsas, celulares). Inacreditavelmente também tinha gente aproveitando pra roubar. No meio de algo tão ruim ainda deu pra reconhecer que existe gente do bem", relatou ele em uma publicação no Facebook.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.