Evangélicos pedem cura para 'enfermos e roubos' na 25ª Marcha para Jesus

Com louvores e orações, os evangélicos pedem cura para enfermos, para conflitos de família, roubos, alcoolismo e até para 'prostituição'

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/06/2017 17:20

Uma multidão de fiéis se reúne nesta quinta-feira (15) para participar da 25ª Marcha Para Jesus, realizada em São Paulo. Com louvores e orações, os evangélicos pedem cura para enfermos, para conflitos de família, roubos, alcoolismo e até para "prostituição".

A concentração começou por volta das 10 horas, em frente à Estação da Luz, do Metrô, na região central. De lá, os trios elétricos partem em direção à Santana, na zona norte, onde um palco, instalado na Praça Heróis da FEB, recebe shows de música gospel.

Com faixas de "Deus é Fiel" e "100% Jesus", jovens são grande parte do público, que é bastante variado. Há tambem idosos e bebês.

A dona de casa Rosangela Cazella, de 35 anos, levou a filha de 10 meses para a Marcha. "Já vim várias vezes, mas esta é a primeira com ela", diz ela, fiel da Igreja Verbo da Vida.

O marido Lucas Bispo, de 34 anos, técnico em telecomunicação, acompanha a família. "O evento é muito importante, é uma manifestação do corpo de Cristo e também uma oportunidade de ir para a rua e falar de Jesus, mostrar a alegria do nosso povo."

Apesar de ser católico, o treinador de futebol Antônio Carlos oliveira, de 44 anos, saiu de Cajamar, na Grande São Paulo, para participar da festa. "Minha família é toda evangélica, da Renascer", afirma. "O evento é muito bacana porque une todo mundo."

Neste ano, a Marcha tem como lema #EuAcheiMeuRei, em referência a Jesus. Em 2016, a organização afirmou que 3 milhões de pessoas participaram do evento.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.