PRF: má conservação de pneus da carreta é provável causa de acidente no ES

Colisão entre carreta, ônibus e ambulâncias está entre os maiores nas rodovias do Espírito Santo. Pelo menos 21 pessoas morreram

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/06/2017 18:01 / atualizado em 22/06/2017 19:21

Divulgação/PRF
 
 
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) aponta que a causa preliminar do acidente que deixou 21 mortos na BR-101, no Espírito Santo, foi a má conservação dos pneus da carreta. Policiais que fizeram o boletim de ocorrência no local notaram que os pneus traseiros estavam em "más condições de uso, não só carecas, mas também arrebentados". No entanto, a causa definitiva só será determinada pela perícia. 
 

A pedra que era transportada pela carreta foi encaminhada para a pesagem. Fontes da PRF acreditam que, pelo tamanho, o granito estava dentro do peso limite. Os policiais também constataram, ainda no local, que a carga foi amarrada corretamente, de acordo com a legislação.

O ônibus envolvido no acidente teve a lateral rasgada pela pedra, que também atingiu o tanque de combustível. Isso teria acelerado o incêndio no veículo. A polícia divulgou ainda que a maior parte dos corpos foi carbonizada, o que vai dificultar a identificação das vítimas.
 
O acidente ocorreu no início da manhã desta quinta-feira (22/6) no km 343 da BR 101, em Guarapari. Dos 43 envolvidos, 22 foram encaminhados para hospitais próximos. Muitos dos feridos tinham queimaduras. De acordo com o Twitter da PRF, a pista foi completamente liberada as 17h49. 
 
 
 
 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.