Boi Caprichoso é o vencedor do Festival de Parintins 2017

O Festival de Parintins é uma das principais festas populares realizada no Amazonas e atrai milhares de turistas anualmente

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/07/2017 14:33 / atualizado em 03/07/2017 14:45

Bianca Paiva/Agência Brasil

 
Deu azul na 52º edição do Festival Folclórico de Parintins, no Amazonas. As notas dos jurados somaram 1257,9 pontos para o Caprichoso contra 1255,5 do Garantido. Apuração dos votos foi realizada hoje (3/7) no Bumbódromo da cidade. A nação azulada defendeu em 2017 o tema “A poética do Imaginário Caboclo”, valorizando a cultura, a arte, a origem do festival e o homem amazônico. Emocionado, o presidente do Caprichoso, Babá Tupinambá, ressaltou a harmonia da equipe e o esforço em promover mudanças este ano.
 
 
“O nosso boi é uma família, o nosso boi é como se fosse sangue do nosso sangue. Todas as mudanças que nós fizemos foi para o bem do Caprichoso, não foi para denegrir ninguém porque nós vimos que estava em um momento de mudança. E nós vamos lutar cada vez mais para buscar o bicampeonato, pode acreditar. O Caprichoso vinha numa crescente a cada noite, trabalhou para ser melhor a cada noite. Ele superou a ele mesmo” afirmou Tupinambá.

Logo após o resultado, a galera do Caprichoso saiu pelas ruas de Parintins debaixo de muita chuva para comemorar a vitória. A festa vai continuar até o fim do dia no curral do boi azul.

Há dez anos, o torcedor azulado Felipe Aires, que é de Manaus, acompanha o festival na ilha Tupinambarana. Mesmo doente, ele vai festejar o título do seu boi preferido.

“A gente lutou bastante. É aquela emoção. A gente sempre espera ser campeão e chegamos lá. Estou aqui gripado, com febre, mas já estou aqui nessa chuva saindo atrás da galera”, disse o torcedor.

O Caprichoso conquistou neste ano o 22º título de sua história no Festival Folclórico. Durante os três dias de festa, o boi mostrou que investiu em inovação tecnológica, iluminação, criatividade e ainda em números de ilusionismo.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.