Três suspeitos de matar policial militar são presos no Rio de Janeiro

O soldado trabalhava na UPP São João e foi baleado na cabeça quando abordou os ocupantes de um carro que havia sido roubado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/08/2017 12:02

Três suspeitos de matar o policial militar Samir da Silva Oliveira, no início da noite de sexta-feira (11/8), foram presos na noite de sábado (12/8) na zona norte do Rio, no Méier.

Hélio Rafael Alves de Souza, de 29 anos, Jamerson Gonçalves de Andrade, de 30, e Lizien Francisco da Silva Alves, de 32 anos, foram detidos por PMs do 3º Batalhão (Méier), da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Lins e da Operação Méier Presente

Com base em depoimentos de testemunhas e perícias realizadas no local do crime, a Polícia Civil indiciou os três pelo homicídio do policial e por receptação de veículo roubado. Souza estava com uma pistola com a numeração raspada e por isso também foi autuado por porte ilegal de arma de fogo.

O soldado Oliveira trabalhava na UPP São João, no Engenho Novo (zona norte do Rio), e foi baleado na cabeça por volta das 18h30 de sexta-feira, na Rua 24 de Maio, no Méier, quando abordou os ocupantes de um carro que havia sido roubado. Os ocupantes do carro fugiram. O policial chegou a ser socorrido, mas morreu enquanto era atendido no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Pablo
Pablo - 13 de Agosto às 17:57
Matou policial a pena deveria ser de morte, matou cidadão comum, prisão perpétua com trabalhos forçados.