Publicidade

Estado de Minas

Seis cidades da Zona da Mata registram enchentes e estrada é interditada

Fotos e vídeos dos estragos nos municípios se espalharam pelas redes sociais. Ainda não há informações sobre desabrigados ou feridos


postado em 04/12/2017 16:57 / atualizado em 04/12/2017 17:14


Rio Casca está sem energia elétrica, telefone e abastecimento de água. Trecho da BR-262 foi interditado.(foto: Reprodução da Internet)
Rio Casca está sem energia elétrica, telefone e abastecimento de água. Trecho da BR-262 foi interditado. (foto: Reprodução da Internet)
 
Rio Casca, Santa Cruz do Escalvado, Lajinha, São Pedro dos Ferros, Santo Antônio do Grama e Urucânia. Pelo menos seis cidades da Zona da Mata amanheceram debaixo d'água nesta segunda-feira (4/12). Fotos e vídeos dos estragos nos municípios se espalharam pelas redes sociais. Ainda não há informações sobre desabrigados ou feridos. A BR-262, que passa por Rio Casca, foi interditada pela enchente. 

A situação mais crítica no estado é na Região Leste do Estado. Em Rio Casca, moradores estão ilhados. A água do rio invadiu as casas e desabou um trecho da MG-329, ligação com Ponte Nova. A ponte que corta Rio Casca também foi interditada após um desabamento parcial. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Manhuaçu, os moradores que acionaram a corporação relataram que, aproximadamente, 18 pessoas estão ilhadas. Uma equipe dos bombeiros se desloca para retirar as vítimas. O município está sem energia elétrica e Internet. 
 
 
Em Piedade de Ponte Nova, segundo a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), o temporal provocou inundação na cidade. As águas do Córrego dos Martins saiu de sua calha e atingiram diversas residências na parte baixa da comunidade. Deslizamentos também foram registrados e casas foram atingidas por terras. Famílias foram encaminhadas para as casas de amigos e parentes. A distribuição de água potável foi afetada.
 
BR-262 foi interditada em Rio Casca. (foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação)
BR-262 foi interditada em Rio Casca. (foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação)

 
Problemas também foram registrados em Santa Cruz do Escalvado. A chuva provocou a inundação da cidade. Segundo a Cedec, a água do Ribeirão Escalvado saiu da sua calha e atingiu 2,60 metros de altura. Casas foram encobertas. Famílias ficaram ilhadas e foram retiradas por funcionários da prefeitura local. 

Outra cidade atingida pelo temporal foi Urucrânia. Deslizamentos foram registrados nas encostas. Não houve registro de vítimas. Agentes da Defesa Civil local estão percorrendo o município para contabilizar os prejuízos e os danos causados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade