Temer recebe comitiva russa para tratar da segurança de torcedores na Copa

Na reunião, foram tratados temas como a cooperação em segurança na Copa da Rússia, e a cooperação na área de inteligência para combate a crimes transfronteiriços

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/12/2017 12:29

Marcos Corrêa/PR

A Rússia e o Brasil vão atuar em conjunto para garantir a segurança de torcedores brasileiros na Copa de 2018. Esse foi um dos temas abordados em reunião realizada nesta segunda-feira (4/12) entre o secretário do Conselho de Segurança da Rússia, general Nikolai Patrushev, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, e o presidente da República, Michel Temer.

O encontro de Patrushev com Temer durou pouco mais de meia hora. Na reunião, foram tratados temas como a cooperação em segurança na Copa da Rússia, e a cooperação na área de inteligência para combate a crimes transfronteiriços. A programação foi mantida, com os dois generais acompanhados pelas comitivas brasileira e russa. 

Entre os temas abordados, Etchegoyen e Patrushev conversaram sobre a paz e segurança internacional, o combate ao terrorismo internacional, e temas de inteligência de interesse ao Brics (bloco composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), e de segurança pública. “Temos que garantir a vigilância contra o narcotráfico e o crime organizado”, destacou o ministro do GSI.

Pela experiência acumulada no trabalho de segurança pública, Etchegoyen classificou o diálogo com a Rússia como “fundamental” para o Brasil. “Também por ser um parceiro na defesa intransigente pela paz necessária e pela cooperação perene na troca de informações com o Brasil, que contribuirá pelo bem estar social”, destacou. 

Já Patrushev fez questão de ressaltar a manutenção dos trabalhos entre as duas nações. “Diante dos anos de sua existência, o Brics já se transformou em um bloco de plena cooperação entre segurança e economia. Hoje, já é reconhecido por todas as partes. É reconhecido como uma plataforma por toda a comunidade internacional”, ressaltou. Tanto o Brasil quanto a Rússia já têm tratado de cooperação na área de segurança. 

Além de militares dos dois países, estiveram presentes: o embaixador da Rússia no Brasil, Sergey Akopov; o ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim; o chefe do Estado-Maior do Exército Brasileiro, general Fernando Azevedo e Silva; o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia; e o diretor-geral adjunto da Agência Brasileira de Inteligência, Frank Márcio de Oliveira.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.