Publicidade

Estado de Minas

Ministério Público prende cinco pessoas que extraiam ouro em garimpo ilegal

Os garimpeiros movimentaram cerca de R$ 1 milhão em apenas dois meses de atividades no garimpo ilegal


postado em 13/12/2017 11:27

(foto: MP-GO/Divulgação)
(foto: MP-GO/Divulgação)


Uma operação do Ministério Público de Goiás (MP-GO) prendeu, na terça-feira (12/12), cinco pessoas em um garimpo clandestino de ouro em São Domingos, na região nordeste do estado de Goiás. De acordo com o MP-GO, os garimpeiros conseguiam extrair pelo menos 1kg de ouro por semana, o que significa que, em dois meses, eles movimentaram cerca de R$ 1 milhão.

 

De acordo MP-GO as investigações duraram cerca de um mês e a próxima etapa é descobrir se existia a participação de empresários no esquema, além de identificar os compradores do ouro.

Leia as últimas notícias de Brasil

 

O material era retirado após os garimpeiros cavarem túneis de mais de 10 metros de profundidade. O cascalho e as pedras com resíduos de ouro eram triturados em um moinho escondido em um galpão. Após serem triturados, os garimpeiros usavam mercúrio para separar o ouro.

 

Atualmente o preço do quilo do ouro está cotado em 130 mil reais, e estima-se que os garimpeiros retiraram aproximadamente 8 kg do minério precioso.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade