Publicidade

Estado de Minas

Brasil quer doar R$ 792 mil à igreja na Palestina onde Jesus teria nascido

Medida Provisória que autoriza o repasse foi assinada pelo presidente da República em exercício, Rodrigo Maia


postado em 26/01/2018 18:48 / atualizado em 26/01/2018 18:54

(foto: REUTERS/Mussa Qawasma)
(foto: REUTERS/Mussa Qawasma)

 
Ocupando o cargo de presidente da República enquanto Michel Temer participa do Fórum Econômico de Davos, na Suíça, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), assinou, nessa quinta-feira (25/1), uma Medida Provisória autorizando a União a doar R$ 792 mil para ajudar na restauração da Basílica da Natividade, igreja na Palestina construída no local onde, segundo a fé cristã, Jesus teria nascido. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta.
 

A doação seria feita por intermédio do Ministério das Relações Exteriores brasileiro. A restauração da basílica é comandada pelo governo da Palestina e pelas três igrejas que administram o local: católica, ortodoxa grega e armênia. 

O projeto também conta com o apoio de países como Grécia, Rússia, Alemanha, Espanha e Vaticano e da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) que, em 2012, declarou o templo como Patrimônio da Humanidade.

Localizada na cidade de Belém, a Basílica da Natividade é um dos locais mais importantes e sagrados para os cristãos. Anualmente, o local atrai milhões de turistas de todo o mundo.

Antes de a doação ser efetivada, porém, a Medida Provisória que autoriza o repasse precisa ser aprovada por uma comissão mista que ainda será criada, além de passar por análises nos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade