Publicidade

Estado de Minas

MCTIC e Anatel adiam desligamento de sinal analógico

O adiamento foi decidido após pesquisas apontarem um porcentagem insuficiente de cobertura do sinal digital nas cidades citadas, desconsiderando a curva de tendência


postado em 31/01/2018 22:05 / atualizado em 31/01/2018 23:42

(foto: Maurenilson Freire/CB/D.A Press)
(foto: Maurenilson Freire/CB/D.A Press)

 
O Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), adiou o desligamento do sinal analógico em algumas cidades brasileiras. Florianópolis (SC), Porto Alegre (SC), Franca (SP) e Ribeirão Preto (SP) não terão seus sinais retirados do ar às 23h59 do dia de hoje, como divulgado anteriormente. 
 

O adiamento foi decidido após pesquisas apontarem um porcentagem insuficiente de cobertura do sinal digital nas cidades citadas, desconsiderando a curva de tendência. Enquanto Florianópolis está com a cobertura do sinal em torno de 89%, a cidade de Porto Alegre está com 88% de cobertura. Já em São Paulo, Rio Preto, tem cobertura de 89% do sinal digital. 
 
De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) é necessário o mínimo de 90% de alcance, considerando as margens de erro em ceca de 3%. No entanto, mesmo as cidades estando dentro dos parâmetros estabelecidos, o Ministério, junto com a Anatel, decidiu prorrogar as datas do desligamento pensando em um número de cobertura mais expressivo nas próximas pesquisas.
 
Com isso, cerca de 2,1 milhões de moradores das regiões de Ribeirão Preto e Franca em São Paulo, terão sinal analógico retirado do ar até o 21 de fevereiro. Em Florianópolis o sinal será desligado até o dia 28 de fevereiro, enquanto Porto Alegre está com o desligamento previsto para 14 de março. Nos dois estados a medida afetará total de 6,7 milhões de habitantes.
 
Já para os moradores de Curitiba, município que registrou uma cobertura de 91% no sinal digital, as regras do desligamento continuam sendo válidas. Portanto às 23h59, o sinal analógico será desligado na cidade, atingindo cerca de 3,8 milhões de pessoas.

Sucesso

No nordeste os números impressionam. Em São Luís, no Maranhão a cobertura do sinal digital já chegou a 92%. Segundo o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, a iniciativa tem sido bastante positiva, tendo um alto índice de cobertura nacional. “Já são quase 500 cidades com o sinal digital, alcançando cerca de 90 milhões de brasileiros. É um grande sucesso”, destacou. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade