SIGA O
Correio Braziliense

Bloco comandado pela cantora Preta Gil estreia em Brasília no sábado

Folia será realizada no estacionamento do Ginásio Nilson Nelson. A entrada é franca

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/02/2016 07:26 / atualizado em 11/02/2016 11:10

André Lobo/Riotur - 8/2/15


Quem pensa que a folia acabou na quarta-feira de carnaval está enganado. Após o feriado, alguns blocos ainda saem nas ruas da cidade para alegrar quem não pôde festejar a festa do Momo ou para os que ainda têm animação de sobra. O Bloco da Preta é a grande atração para quem procura alternativas para aproveitar a ressaca de carnaval.

Pela primeira vez em Brasília, o Bloco da Preta, da cantora Preta Gil, sai no sábado, às 15h, no estacionamento do Ginásio Nilson Nelson. Famoso no carnaval carioca, o bloco existe há sete anos e mistura axé, sertanejo, funk, pagode e samba. Os ingressos são limitados e basta o público se cadastrar no site da produtora e pedir o convite para garantir a entrada no bloco. Cada pessoa pode retirar apenas um convite e há também a opção de camarote, com preços entre R$ 180 e R$ 60.

Outra opção é o bloquinho Adocica Meu Amô, criado em 2011 por Geovani Meireles, 29 anos, com dois amigos. Esta será a 6ª edição do evento, que sempre acontece no segundo sábado após o carnaval. “Não tinha nada na cidade depois da folia, então pensamos em criar um bloquinho nos moldes dos do Rio, para quem chega de viagem e procura algo para fazer”, explica.

Leia mais notícias no especial de carnaval

O Adocica Meu Amô sai no dia 20, no estacionamento do Centro Comercial Gilberto Salomão, às 14h. A entrada no evento será obtida por meio de convite com a doação de uma cesta básica. Já foram arrecadados cerca de 30 mil kg de alimentos, que são distribuídos em instituições e igrejas do DF. Os ingressos são gratuitos, mas limitados, basta curtir a página do Facebook do bloquinho e retirar na loja de conveniência do Posto Sudoeste (SQSW 305 - Posto de Gasolina BR próximo ao HFA).

Para quem gosta do ritmo brasileiro mais conhecido, a alternativa é a Roda de Samba do grupo Já Chegou Quem Faltava que acontece no domingo, às 16h, no Circulo Operário do Cruzeiro (SRE/S Área especial, lt 9/ Ao lado da administração). Em sua 9ª edição, o evento vai mostrar repertório cheio de nomes de grandes sambistas como Cartola, Noel Rosa, e Paulo da Portela.

O grupo Já Chegou Quem Faltava foi criado no ano passado e pretende reproduzir clássicos dos anos 20 a 60. João Peçanha, 30, é um dos integrantes do grupo e afirma que a roda possui bastante percussão. “Nosso objetivo é trazer sambas das escolas do Rio e outros clássicos para essa ressaca de carnaval”, acrescentou.

Progamação

Bloco da Preta

Quando: Sábado
Local: Estacionamento do Ginásio Nilson Nelson
Horário: das 15h até a 0h
Atrações: Bloco da Preta, Banda de Brasília DJ Marlboro
Ingressos: convites gratuitos pelo site
www.medleyproducoes.com.br


Roda de Samba — Já Chegou Quem Faltava
Quando: Sábado
Local: Circulo Operário do Cruzeiro
(SRE/S Área especial, lt 9/ Cruzeiro Velho)
Horário: A partir das 16h
Atrações: Já Chegou Quem Faltava
Ingressos: R$ 10


Adocica Meu Amô
Quando: dia 20
Local: Estacionamento do Gilberto Salomão
Horário: das 14h às 22h
Atrações: Adriana Samartini, Paulo Henri,
DJ Ivan Arcuschin e MC Marcinho
Ingressos: convites na loja de conveniência do Posto Sudoeste
(SQSW 305 — Posto de Gasolina BR próximo ao HFA)
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
RICARDO
RICARDO - 12 de Fevereiro às 13:24
Apesar das irregularidades de super faturamento nas contratações durante as festas de carnaval o Governo da mais essa facada no povo..Ainda fica chorando dizendo que não há verba...
 
RICARDO
RICARDO - 12 de Fevereiro às 13:17
Ta tudo bom...Obrigado GDF pela saúde de qualidade, obrigado por pagar milhares de reais aos cantores., afinal ta tudo bem na saúde, educação e segurança...
 
Raimunda
Raimunda - 12 de Fevereiro às 07:56
Alguém tem que lembrar a ela que aqui não é a Bahia. Aqui trabalhamos, esse tipo de evento só atrapalha.
 
augusto
augusto - 12 de Fevereiro às 12:44
Quem disse que ela é baiana, ou vive na Bahia, aliás, Bahia é muito grande, vc deve querer dizer Salvador...o problema não é ela, uma mala sem alça, o problema, é Brasilia, que morei ai 33 anos, hj resido em Salvador, ter que importar porcarias, não só do Rio...e baiano trabalha muito sim...
 
Leonardo
Leonardo - 11 de Fevereiro às 23:55
Quem e Preta Gil ???
 
augusto
augusto - 11 de Fevereiro às 13:58
Morei 33 anos aí nessa terra, muito boa, mas essa coisa de trazer lixos de fora, e principalmente do Rio, é triste... Hj resido em Salvador, aqui ela é tratada com uma "Mala sem Alça"...
 
Cristina
Cristina - 11 de Fevereiro às 17:28
Infelizmente os lixos de todos os cantos do Brasil aportam no Rio. Como moradora de Salvador deve sabem que tem muito lixo bahiano desfrutando da cidade maravilhosa. Essa tal Preta se não é bahiana, o DNA é . E viva o Rio de Janeiro!!!!
 
Thiago
Thiago - 11 de Fevereiro às 13:18
O Carnaval é a síntese do Brasil. 50 pessoas em protestos pela saúde, educação e transporte. "Coisa de vagabundo". 1 milhão de pessoas no Bola Preta bebendo, fumando e urinando nas ruas. "Manifestação cultural". Quando alguém precisa da saúde pública e não encontra, "culpa do governo". Quando alguém, que não está na festa, precisa da saúde pública, está lotado por pessoas alcoolizadas e acidentadas devido ao Carnaval. O melhor? No Brasil o ano só tem 10 meses e meio, porque "o ano só começa depois do Carnaval". Não sou contra o Carnaval, mas é uma festa violenta. Violência contra a limpeza urbana, nas estradas e avenidas recheadas por bêbados, nos blocos cheios de brigas e assaltos. Enquanto for assim, não vejo sentido nenhum nisso tudo. Mas como um pleonasmo vicioso, ano que vem tem mais do mesmo tudo de novo.
 
Paulo
Paulo - 11 de Fevereiro às 13:55
Ola Thiago, O Brasil não esta tão quebrado quanto a sociedade pensa.. O que acontece é que, temos no Brasil um único poder arrecadador de impostos que é o Executivo, sendo Federal, Estadual e Municipal, e nadando nessas arrecadações temos os Legislativos, Judiciários e de quebra os Ministérios Públicos, sem falar que esses dois últimos acumulam atribuições junto aos TRE"s dos Estados, isto que dizer, ganham duas vezes salários de juiz e promotor, tanto nas esferas Federal e Estadual, sem falar que grande culpa de todas as mazelas no Brasil é do congresso ou melhor os Legislativos, são Instituições inoperantes com que oneram qualquer Orçamento Público e vossas finalidade, estão a desejar.
 
edson
edson - 11 de Fevereiro às 13:16
RAINHA MOMO! fala sério essa mulher não canta nada, não tem voz bonita, além de chata e sem graça. como o povo perde tempo com essa esperta!
 
Diogo
Diogo - 11 de Fevereiro às 15:23
Bom é só aquilo que vc gosta, né?
 
Mauro
Mauro - 11 de Fevereiro às 13:10
Cantora? do quê mesmo? Mulher chata e sem talento...
 
George
George - 11 de Fevereiro às 12:54
Como uma espertalhona vai tomar dinheiro de tolos do país inteiro. Ela abrirá uma microempresa chamada "Bloco da Preta" em todos os estados do Brasil, nas principais cidades e os tolos se filiarão ao tal bloco de carnaval. Como tem trouxas para tudo na vida, ainda se "acharão importantes" por pertencerem ao tal bloco. Sem falar no pedantismo da fulaninha.
 
augusto
augusto - 11 de Fevereiro às 14:00
Aqui em Salvador, ela é tratada como uma Mala Sem Alça, e só aparece qdo o Pai que é muito bom em música, tem trio...
 
rogerio
rogerio - 11 de Fevereiro às 10:52
Tem nada pior não ????????
 
Ian
Ian - 11 de Fevereiro às 11:48
Duvido muito.