Publicidade

Estado de Minas

Inversão da Estrutural e da DF-003 serão suspensas no período de carnaval

A operação retoma somente no período da tarde da Quarta-feira de Cinzas, entre 17h30 e 19h45


postado em 09/02/2018 17:31 / atualizado em 10/02/2018 14:13

Operação de reversa na Via Estrutural ficará suspensa nos dias de carnaval(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Operação de reversa na Via Estrutural ficará suspensa nos dias de carnaval (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
As operações de faixas reversas na Via Estrutural e na DF-003, na descida do Colorado, serão suspensas durante o período de carnaval. De domingo até a manhã de quarta-feira não haverá inversão da via. Reversão só volta a funcionar a partir das 17h30 da Quarta de Cinzas, quando o fluxo de fim de expediente se inicia. 

De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), somente na quinta-feira (15/2) haverá operação de reversa normal, no período da manhã, das 6h às 9h, e à tarde, das 17h30 às 19h45.

Eixão


O Eixão do Lazer ficará fechado para o trânsito de veículos na segunda (11/2) e terça-feira (13/2) durante o período de 7h às 19h. Lembrando que próximo à Galeria dos Estados, onde um viaduto cedeu, a pista segue interditada nos dois sentidos até a realização de obras. O órgão precisou desviar o tráfego para os Eixinhos Leste e Oeste.  
 

Reforço


Aproximadamente 100 policiais militares do Comando de Policiamento de Trânsito (CPTrans) vão reforçar as fiscalizações para flagrar motoristas que desrespeitem a lei seca durante os dias de carnaval. A atuação dos militares começa na noite de sexta-feira (9/2) e dura até a quarta-feira de cinzas (14/2). 

O CPTrans estará presente nas rotas de saída de locais com maior aglomeração de pessoas, como clubes, bares e bailes carnavalescos. Por dia, a estimativa é de que sejam feitas entre nove e 12 ações de fiscalização. Comandante do CPTrans, o coronel Alexandre de Souza Oliveira diz que o objetivo da corporação é permitir um carnaval mais seguro. 

"Queremos reduzir o número de mortes causadas por motoristas alcoolizados. O foco será na operação lei seca, porque o consumo de álcool no carnaval é maior. Mas também vamos autuar motoristas que estão sem cinto ou dirigindo ao celular e quem estiver fazendo transporte pirata. Vamos agir de forma constante para evitar transtornos", explica.

A recomendação do coronel é que os foliões utilizem outros tipos de transporte durante os dias de festa e não dirigam alcoolizados. "Hoje em dia, existem muitas opções. Além dos transportes por aplicativos, é possível optar pelo motorista da vez, quando um dos amigos aceita não ingerir álcool para poder dirigir", aconselha.

PRF e Detran também farão fiscalizações


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciará as fiscalizações na noite desta sexta-feira. A Operação Carnaval 2018 vai até a quarta-feira de cinzas e tem como objetivo reforçar o policiamento em locais e em horários de maior incidência de criminalidade. 

Por sua vez, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF) trabalha desde o último sábado (3/2) com a Operação Festa Segura, que dura até o dia 15 de fevereiro. O órgão pretende aumentar a fiscalização de trânsito nas proximidades de bares, clubes, casas noturnas e blocos de carnaval. Serão 120 pontos do DF com policiamento do Detran, que também usará drones da Unidade de Operações Aéreas (UOPA).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade