Publicidade

Estado de Minas

Lotado, Bloco Agrada Gregos, em SP, deixa foliões longe do trio elétrico

Mesmo com atrações como Gretchen e Adriana e a Rapaziada, muita gente preferiu ficar afastado do trio


postado em 10/02/2018 18:31

A música era o que menos parecia importar para os foliões do Bloco Agrada Gregos, que desfila na tarde deste sábado, 10, no entorno do Parque do Ibirapuera. Mesmo com atrações como Gretchen e Adriana e a Rapaziada, muita gente preferiu ficar afastado do trio. "Nós vimos as duas músicas que a Gretchen cantou, mas depois saímos de perto. Não dá pra ouvir nada daqui, mas é mais seguro que ficar naquela muvuca", afirma o administrador Admilson Campos, de 42 anos.

Mesmo sendo uma das sensações do carnaval nas redes sociais, MC Loma e as gêmeas Lacração eram desconhecidas da maioria do público. "Nem sei quem são essas. Eu vim pra ouvir Pablo Vittar. Ele não vai cantar, mas o trio vai tocar músicas dele, né?", perguntava a nutricionista Isabela Bertolo, de 23 anos.

Alguns foliões que subiram na cobertura de vidro dos pontos de ônibus da Avenida Pedro Álvares Cabral na tentativa de ver melhor o bloco foram atingidos por garrafas de catuaba vazias. "Desce, desce" repetiam os foliões em um corinho. 

Um esquema de revista foi montado no entorno do bloco, mas só os homens eram revistados.

Com frequentadores na faixa dos 20 anos, o Agrada Gregos tinha clima de festa de faculdade. Era difícil ver um frequentador sem uma garrafa ou copo com algum líquido colorido não identificado nas mãos. 

Alheios à cantora Sheila Mello, que pulava e cantava debaixo de chuva no trio, um grupo descia até o chão em uma rodinha em torno de sua própria caixa de som.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade