cidades df

CENSO ESCOLAR » Cresce número de alunos matriculados em creches e pré-escolas Crescimento também foi verificado no ensino médio. Já na educação para jovens e adultos, houve uma retração

Adriana Bernardes

Publicação: 26/09/2009 07:55 Atualização: 26/09/2009 08:53

Josely (d) conseguiu vaga para a filha Ana Beatriz na pré-escola, assim como Rosa Maria, com o filho Gabriel (Marcelo Ferreira/CB/D.A Press 
 
)
Josely (d) conseguiu vaga para a filha Ana Beatriz na pré-escola, assim como Rosa Maria, com o filho Gabriel
No fim da tarde de ontem (25/9), a dona de casa Josely dos Santos Couto, 31 anos, esperava a filha, Ana Beatriz, 4, na porta da Escola Classe 2, na Estrutural. Por muito pouco, a menina não ficou fora do colégio. Josely não conseguiu vaga no início do ano. Mas não desistiu. “Eu vinha na escola direto. Aí houve a desistência de uma criança e ela foi matriculada. Achei bom demais porque eu estava doida para ela estudar”, comemora.

A angústia da estudante de administração Rosa Maria Gomes, 32, durou mais tempo. Somente há cinco dias ela finalmente conseguiu atender aos insistentes pedidos do filho Gabriel, 5. “Ele vivia pedindo para estudar. Eu acho importante ele vir para a escola. Só não veio no começo do ano porque não tinha vaga”, comenta.

A conquista dessas duas mães exemplifica o que muitas outras estão vivendo. No ensino regular da rede pública, o governo conseguiu aumentar a quantidade de matrículas na pré-escola, de 32.644, em 2008, para 34.032, ou 4,2% a mais, em 2009. No ensino médio, o crescimento foi maior: o número saltou de 64.615 para 76.393, incremento de 18,2%. Já as matrículas nas creches no Distrito Federal aumentaram 52,5% porque, este ano, o Ministério da Educação (MEC) incluiu nas estatísticas as instituições particulares que têm convênio com o governo.

A notícia ruim é que as matrículas na Educação para Jovens e Adultos (EJA) tiveram uma queda de 19,1% e 22,7%, respectivamente, nos ensinos fundamental e médio, integrado à educação profissional. A secretária adjunta de Educação, Eunice Santos, explica que a redução reflete o alto índice de evasão dos estudantes. “É um desafio reverter esse quadro”, ressaltou.

Essa realidade deve mudar a partir do próximo ano, quando a Secretaria de Educação pretende colocar em prática um plano de diretrizes que está sendo elaborado. Esse plano vai trazer uma série de normas para tornar a escola mais atrativa. A compra de material pedagógico específico está entre as metas.

O incremento mais expressivo nas matrículas, no entanto, só vai aparecer no senso de 2010. Com a entrega de 20 novas escolas este ano, o governo conseguiu ampliar a oferta na pré-escola em 37,5%, saltando de 33.416 em dezembro de 2008 para 45.797, em 31 de agosto deste ano. Nas estatísticas divulgadas pelo Ministério da Educação, o aumento foi de 4,2%. “Isso é muito importante porque é uma meta buscada no Brasil todo. E estamos conseguindo um bom desempenho”, avalia Eunice Santos.

Ensino especial
Na educação especial (que atende aos portadores de necessidades especiais), só o ensino médio e as duas categorias de EJA tiveram resultados positivos. Segundo Eunice Santos, o incremento na quantidade de matrículas no EJA é reflexo da implantação do currículo funcional. “Olhamos o aluno como um todo. Se ele tem alguma restrição de aprendizado escolar, exploramos outras habilidades. Passamos a valorizar e a capacitar essas pessoas. E isso atraiu um número maior de pessoas”, explica.

A maior queda de matrícula no ensino especial foi na creche e pré-escola. Eunice Santos garante que o governo atendeu toda a demanda. Para ela, seria preciso uma pesquisa mais ampla da população para descobrir os motivos da queda de matrícula. “Se tivemos capacidade para atender a todos que nos procuraram e as matrículas caíram, pode ser que o número de pessoas da educação especial tenha caído”, diz. Os números são preliminares. Pelo menos 22 escolas públicas, 28 particulares e 11 creches ainda não entregaram para o Ministério da Educação a quantidade de matrículas feitas. O balanço fechado será divulgado pelo MEC em outubro.





Colégios avaliados
Cerca de 600 escolas públicas e privadas no Distrito Federal vão ser avaliadas nos próximos meses. Este ano, o Sistema de Avaliação do Desempenho das Instituições Educacionais do Distrito Federal (Siade -2009) começou pelas instituições que oferecem a educação infantil. É a primeira vez que elas serão avaliadas e, segundo o governo, a iniciativa é inédita no Brasil.

Desde a última segunda-feira, profissionais de 241 escolas públicas e 30 particulares da educação infantil respondem ao protocolo de autoavaliação que vai apontar o que pode ser melhorado na qualidade do ensino oferecido no DF. E nos próximos dias 7 e 8, 190 mil alunos das redes pública e privada farão provas de avaliação de rendimento do Siade 2009. Entre eles, 180 mil estudam em 569 escolas públicas e 10 mil em 35 instituições privadas.

Os 35 colégios privados fazem parte de um grupo de 476 instituições com o recredenciamento programado para 2010. Para conseguir isso, as escolas devem demonstrar melhoria qualitativa (aprimoramento administrativo, didático-pedagógico, qualificação de recursos humanos, modernização de equipamentos e instalações). “O Siade trabalha com vários instrumentos e cada um deles é fundamental para a formulação de políticas públicas consistentes e sintonizadas com as reais necessidades das escolas, sejam públicas ou particulares, e da rede de ensino”, explica o secretário de Educação, José Luiz Valente.

Além da prova, 23 mil professores e 15 mil servidores da carreira de assistência nas escolas públicas começaram a responder questionários online. A meta é uma autoavaliação da política educacional e gestão escolar. De forma mais ampla, os resultados vão servir para que a Secretaria de Educação identifique problemas e atue para melhorar a política educacional e de gestão da rede. 

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE


  • Últimas notícias
  • Mais acessadas