cidades df

Adolescente de 14 anos é violentado no Ciago

Publicação: 13/03/2010 07:00 Atualização:

Um adolescente de 14 anos tenta há 16 dias superar o trauma de ter sido abusado sexualmente por dois garotos de 17 anos dentro do Centro de Internação dos Adolescentes da Granja das Oliveiras (Ciago). O adolescente dividia o quarto com os outros jovens desde dezembro passado, quando ele e um colega de alojamento foram transferidos do Centro de Atendimento Juvenil Especializado (Caje). Manter adolescentes de idades diferentes no mesmo cômodo desrespeita o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que determina que se obedeça rigorosamente a separação por critérios de idade, compleição física e gravidade da infração.

Na noite de 26 de fevereiro, os três adolescentes estariam prontos para dormir quando dois resolveram importunar o mais novo. Segundo o diretor do Ciago, Aldir Roldão, os agentes penitenciários assistiam a televisão com som alto, o que os teria impedido de ouvir quaisquer ruídos. Os meninos então teriam abusado do mais novo, deixando-o machucado e com hematomas pelo corpo. Na manhã seguinte, após ter recebido ameaças de morte, o garoto teria se mantido em silêncio. Segundo Roldão, ele estaria com medo de contar a alguém e voltar a ser agredido. No entanto, a mudança no comportamento do garoto teria despertado a atenção dos agentes, que resolveram ouvi-lo separadamente. O adolescente passou por exames no Instituto Médico Legal (IML) que comprovaram o atentado violento ao pudor.

O Ciago abriga 144 rapazes, capacidade máxima. Não há superlotação, mas em cada quarto estão três adolescentes. O cômodo em que os meninos estavam abrigados mede 2x4m. Segundo Aldir Roldão, a instituição separa os jovens por ato infracional e compleição física. A diferença de idade seria ignorada. A promotora de Justiça da Infância e da Juventude, Selma Sauerbronn, que investiga o caso, colheu o depoimento do adolescente. “Ele tem 14 anos, mas aparenta ter bem menos”, comentou.

Segundo o diretor do Ciago, os agressores estão afastados em uma sala de reflexão. Eles devem ser transferidos para o Caje ou para o Centro de Internação de Adolescentes de Planaltina (Ciap). “Além dos crimes de furtos e roubos cometidos, eles vão responder também por mais esse ato infracional”, completou.

Titular da Secretaria Especial de Direitos Humanos, a deputada distrital Erika Kokay apura se houve negligência da instituição em não separar os jovens por idade. “Os centros deveriam manter apenas dois adolescentes em cada sala. Isso evitaria que dois tirassem vantagem sobre um e o tratamento seria igualitário”, defende.

Esta matéria tem: (21) comentários

Autor: Gustavo Queiroz
melhor la dentro do que aqui fora!! | Denuncie |

Autor: george george antonio
eu penso nas mães e nas familias que estes bandidos desfarçados de crianças destruiram e deceparam e ai vem meia dúzia de babacas dizer tadinho e menor precisa de carinho de cuidado, e a vítima precisa de que? não existe direito para as vítimas acorda érica kocai, raimundo ribeiro e outros babacas | Denuncie |

Autor: Francisco Vieira
Então as crianças eram assaltantes??? | Denuncie |

Autor: Alessandro Nascimento
Uma pena que ela não lute para que esses jovens não cometam atos desta natureza. Pois quem esta no inferno é pra se queimar. | Denuncie |

Autor: roger roger
ESTUPRO NO CIAGO ? EU QUERO E NOVIDADE , ISSO JA ACONTECE A TEMPOS SO NAO ERA DENUNCIADO. SE TAVA NO CIAGO COM 14 ANOS BOA PEÇA NAO ERA. FICA PARA REFLEÇAO OS PROXIMOS ADOLECENTES QUE FOREM FICAR INTERNADOS NO CIAGO,PENSEM NO QUE ESPERAM POR VCS LA OK , O ECA E UM PAI , MAS OS COLEGAS UM NAMORADINHO. | Denuncie |

Autor: roger roger
ESTUPRO NO CIAGO ? NOVIDADE , NOVIDADE , NOVIDADE , NOVIDADE !!, ISSO JA ACONTECE A TEMPOS SO NAO ERA DIVULGADO . | Denuncie |

Autor: bruno
Tirando os erros da reportagem ao relatar a pratica de um crime que não é mais tipificado( atentado violento a pudor , art. 214 do CPB) e chamar de agentes prisionais os ATRS , a materia é boa | Denuncie |

Autor: Adriana Santos
as leis do Brasil é uma vergonha!! esses monstros juvenis ja sabem que nada ira acontecer a eles. a revolta é tão grande, que só tem geito matando uns muleques destes. | Denuncie |

Autor: Chesley Rocha
sala de reflexão? essa deputada do PT ( PERCA TOTAL) deveria levar esses anjinhos para cara! para eles fazerem uma reflexão na sala da casa dela! negligencia da instituição? quem e você deputada! a instituição que você faz parte está falida! leva os anjinhos para a sua casa! | Denuncie |

Autor: luiz ricardo
Coloca os dois junto com o arrudinha, quero ver ele chorar de verdade. | Denuncie |

Autor: Chesley Rocha
Mandem todos para a papuda! essas carniças alem de não cometeram crime, basta ler o Art. 103 do ECA. o ART 104, penalmente imputaveis..rsr! RIDICULO! abaixo a maioridade penal! esses selvagens, tem que pagar um preço maior pelo que fazem! abusaram da criança? o que essa criança fez para estar ali?? | Denuncie |

Autor: Lara Macêdo
O que nós podemos fazer? A sociedade quer se manifestar e propor mudanças no ECA,mas os legisladores querem eternizar esta lei, então viva o ECA! Mas está ai um caso clássico onde o feitiço vira contra o feiticeiro e o adolescente passa a ser vítima do mesmo sistema que protege seus atos ilícitos. | Denuncie |

Autor: gerson barreto
O ESTADO DEVERIA PEGAR ESSES MONSTRINHOS, TODOS ELES QUE ESTÃO INTERNADOS E ENFIAR UMA BALA NA CABEÇA E COBRAR DEPOIS DOS PAIS. SO ASSIM TERIAMOS UM POUCO DE SOSSEGO EM NOSSAS CASAS. | Denuncie |

Autor: Gerson Menezes
Fatos como esses são absurdos. O Estado tem que ser processado e pagar pesada indenização. Infelizmente, tudo serve também como cala-boca para os imbecis que acham que menores de idade devem ser tratados como animais. Sendo tratados assim é que eles se tornam realmente animais. | Denuncie |

Autor: Edivaldo Pereira
Pior de tudo é que daqui uns dias esses bandidos vão estar nas ruas fazendo o mesmo. | Denuncie |

Autor: Leandro Lopes
Podem responder por mais esse delito e por dezenas de outros que não vai dar em nada. Será que esses idiotas-governamentais-metidos-a-especialistas não sabem disso?? Será que Governo não sabe disso?? Os bandidos juvenis sabem, e continua a cometer os seus bárbaros atos... | Denuncie |

Autor: Talita Mota
Rsrrsrsrs... Boa peça com certeza não é, pra estar ai dentro.... | Denuncie |

Autor: Luciana Lima
Sei que trata-se de um adolescente, personalidade em formação... e blá blá blá mas... em um lugar desses não há tratamento VIP nem pessoas VIPs. Por que não ocupou seu tempo para os estudos??? Preferiu a vida fácil. Taí o resultado. | Denuncie |

Autor: Valdir de Castro
Ai ai , sala de reflexão. Até imagino o que eles estavam refletindo: "Esse ECA é um pai pra mim, faço o que quiser e ainda sou tratado como criança"!! MUDANÇA NO ECA JÁ! | Denuncie |

Autor: willys calutino
O que se acha estranho é que esse pessoal dos direitos humanos, só aparecem quando o caso já foi consumado quando se leva uma denuncia antes de ocorrer eles não fazem nda. Depois vai para a TV se colocar como defensora dos oprimidos.Hahaha essa não da para engolir. | Denuncie |

Autor: Sérgio Prado
"Os centros deveriam manter apenas dois adolescentes em cada sala", UAI??? E precisam de quantos para haver um estupro? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE


  • Últimas notícias
  • Mais acessadas