Polícia Civil realiza a maior apreensão de drogas sintéticas deste ano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/08/2010 12:31 / atualizado em 09/08/2010 13:31

Ary Filgueira

A Polícia Civil do Distrito Federal realizou a maior apreensão de drogas sintéticas neste ano. A polícia avalia que o material recolhido custe cerca de R$ 100 mil. Após quase dois meses de investigação, os agentes da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte) chegaram a um casal que mora em Minas Gerais, mas traficava drogas em Brasília e em outros locais do país.

Foram apreendidos 2009 microselos de LSD, 257 pontinhas de LSD, 203 comprimidos de êxtase, quatro trouxinhas de MDMA - o princípio ativo do êxtase -, três frascos líquidos de LSD, duas trouxinhas de haxixe e dois papelotes de cocaína. Além disso, a dupla levava ainda duas balanças de precisão, quatro celulares e R$ 7 mil em espécie.

Rodrigo Alves, de 30 anos, e Ligiane Alves Braga, 29, voltavam de uma festa em Alto Paraíso, onde venderam drogas, e foram presos, por volta de 21h, quando passavam pelo balão de Planaltina, sentido Brasília. As substâncias estavam no forro da porta do passageiro do Eco Sport, placa MOJ 2169-MG.

Segundo a delegada da 2ª DP, Monica Ferreira, a polícia soube que o casal traficava na Asa Norte e iniciou a investigação. Rodrigo, que assumiu a posse do material, vai responder por tráfico de drogas e, após julgado, pode pegar de cinco a 15 anos de prisão. Ele já tem passagens anteriores pelo crime e um mandado de prisão em aberto no Rio de Janeiro. Ligiane será autuada, apenas, por posse de droga, já que levava na roupa íntima algumas trouxinhas de haxixe.

publicidade

publicidade