cidades df

Laudo sobre acidente de ônibus que matou três pessoas sai em 60 dias

Thalita Lins

Débora Álvares

Publicação: 20/08/2011 17:43 Atualização:

Segundo o delegado de plantão da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho), Aramis Mantovani, o laudo pericial sobre o acidente que envolveu um ônibus, um carro e uma moto na noite desta sexta-feira (19/8), em Sobradinho, deve ficar pronto em 60 dias. A batida resultou na morte de três pessoas.

 

Três testemunhas já foram ouvidas — o motorista, o cobrador e um passageiro do ônibus da empresa Rápido Brasília, placa JJZ-8618. De acordo com o motorista do coletivo, Wilson Augusto da Costa, após ouvir um barulho, ele teria perdido a direção do veículo que passou para a outra pista e atingiu a moto, o pedestre e o Corsa, placa JGU-5189, na sequência.

A polícia ainda não sabe dizer quem seria o pedestre morto. Segundo testemunhas, ele estaria na calçada, sem documentos. Tudo leva a crer que se trate de um morador de rua, que chegou a ser socorrido ao HRS, mas não resistiu. O ocupante da moto, Erudá Barreira de Souza Filho, 21 anos, morreu na hora, assim como a esposa de Marlon, a a professora Cristiane Mulim Venceslau, 34.

De acordo com o gerente de tráfego do Grupo Amaral, Wilson Tavares, o ônibus passou por revisão. O coletivo, que tem 11 anos de uso, fazia a linha 512.1, Rodoviária de Sobradinho, W3 Norte - W3-Sul. Havia quatro passageiros.

 

Ferido

Passa bem o homem de 38 anos que ficou ferido . De acordo com familiares, Marlon Pereira Silva fraturou o fêmur e está internado no Hospital Regional de Sobradinho (HRS) a espera de uma cirurgia. O estado de saúde dele é estável.

Esta matéria tem: (5) comentários

Autor: cristiane Lima
Não é só mas uma amiga que se vai! Uma família desfeita tão bruscamente! Brasilia, já esta cansada de viver historias tristes como esta. Estamos vivendo em uma guerra urbana, o mas forte é quem manda. A fiscalização só exite para os pequenos. Justiça!! Abra seus olhos... | Denuncie |

Autor: Fernando
Fatalidade? Cris deixou duas meninas, uma de 4 anos e outra de 1,4 anos. O marido está todo arrebentado. O velório foi de cortar o coração. Uma pessoa cheia de vida que se vai! TEM DINHEIRO QUE PAGUE ISSO? Ônibus de 11 anos, velocidade, imprudência. Até quando? Nada vai trazer Cris de volta! | Denuncie |

Autor: Fernando
Mentira. As marcas na pista deixam claro o que pode ter acontecido. O motorista foi desviar do morador de rua, fora da faixa de segurança, perdeu o controle e passou por cima da moto, prensando o carro contra o muro da CAESB. Se estivesse devagar, no máximo teria empurrado o carro e não o destruído! | Denuncie |

Autor: adeilton bezerra
Não tem muito que investigar, é simplesmente falta de manutenção nos onibus do DF, os governantes ficam nas mãos dos empresários e não permite que haja concorrencia p/ empresas de fora, para melhorar nosso transporte. | Denuncie |

Autor: claudio machado
Sempre as mesmas desculpas;uma peça quebrou e perdi o controle;com certeza o motorista vinha correndo e não conseguiu parar ônibus. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.