Jovem de 22 anos é preso suspeito de estuprar a sobrinha de quatro anos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 03/02/2012 11:14

Verônica Machado

Um homem de 22 anos, estudante de história em uma faculdade particular de Brasília, foi preso preventivamente acusado de estuprar a sobrinha, de 4 anos. O caso está sob responsabilidade da 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho 2). Se condenado por estupro de vulnerável, o suspeito pode pegar pena de reclusão de 16 a 30 anos.

As desconfianças contra ele começaram em novembro do ano passado. Na época, a avó paterna saiu para passear com a garota e, em um banho, percebeu machucados na menina. Levou-a ao hospital e ao Instituto Médico Legal (IML), onde ficou constatado o abuso.

O conselho tutelar encaminhou o caso para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, que, na última sexta-feira, mandou o laudo — com o depoimento da criança — para os policiais da 35ª DP. Em conversas com psicólogos, a menina contou que não gostava do tio porque ele a tocava nas partes íntimas e, enquanto isso, oferecia-lhe presentes, como brinquedos e bijuterias.

A mãe da menina mora em São Paulo, para onde viajou a fim de tentar emprego, e deixou a filha com a avó, que morava na mesma casa com outros familiares, inclusive o tio. Depois que soube das acusações, a mãe voltou para Brasília, mas, segundo a investigação, os abusos continuaram.

Na delegacia, o suspeito decidiu não prestar esclarecimentos à polícia, e esperar as ações do advogado. Contudo, ao Correio, negou as acusações. Ele teria, segundo a ocorrência, praticado o abuso depois de levar a sobrinha para jogar videogame no quarto. “Nem tenho jogos infantis”, esquivou-se.

publicidade

publicidade