publicidade

Polícia registra seis mortes a tiros em 24 horas em regiões do DF

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 19/02/2012 21:45

Isaías Monteiro

O fim de semana de carnaval foi violento no Distrito Federal. Entre a noite de sábado e a tarde deste domingo, pelo menos seis homens foram mortos a tiros em diferentes regiões do DF.

No crime mais recente, cometido na Estrutural, a vítima, José dos Santos Silva, pode ter sido confundido com algum desafeto do autor dos disparos, segundo o 4º Batalhão da PM. O rapaz, que possuía antecedentes criminais, almoçou tranqüilamente em um restaurante próximo à quadra 02 momentos antes de ser morto.

Já no Recanto das Emas, o crime foi motivado por ciúmes. Durante a madrugada, a vítima, ainda não identificada, foi morta por Darlei Silva Souza Rodrigues, de 23 anos, por ter supostamente se insinuado para a esposa dele, de apenas 19 anos. Segundo o delegado plantonista da 27ª DP, Jonas Maracajá, o crime foi incentivado por um amigo de Darlei, conhecido como Bombado, que teria visto o homem paquerando a jovem compromissada.

Darlei foi preso após denúncia anônima. Ele então contou aos agentes que matou o “concorrente” com seis tiros de revólver e mostrou o local onde havia escondido o corpo. Também foi presa a esposa do autor, que, embora não tenha participado da execução, tentou obstruir a investigação ao lavar os objetos usados no crime. No entanto, foi solta após pagar fiança. O cúmplice de Darlei ainda não foi encontrado.

Horas antes, em Sobradinho, um homem foi morto dentro da própria mercearia em Sobradinho II. A vítima, de 45 anos, foi atingido por tiros na nuca, nas costas e no braço. A princípio, a polícia descartou a hipótese de latrocínio, tendo em vista que nenhum pertence da vítima foi subtraído.

Já em Ceilândia, o ocorrido pode ter sido um ato de defesa. Um policial militar teria reagido a um assalto e atingido seu agressor, Ricardo Furtado Mourão, de 20 anos, com dois tiros no abdome. Mourão ainda foi socorrido e encaminhado ao Hospital Regional de Ceilândia, mas não resistiu aos ferimentos.

Em outro assalto também em Ceilândia, na QNM 8, o assaltante matou a vítima. De acordo com o registro da 23ª DP, Eduardo Pereira Amorim, 27 anos, voltava para casa com a esposa de carro e foi abordado pelo criminoso. Eduardo recebeu três tiros e não resistiu. Já a esposa foi baleada nas duas pernas e encaminhada ao HRC.

Em Planaltina, outro casal foi separado por uma tragédia. Venício da Silva Santos, 27, empurrava a bicicleta na Avenida Erasmo de Castro, Arapoangas, para encontrar a esposa, mas foi atingido por disparos e morreu, de acordo com a 31ª DP.

publicidade

publicidade