publicidade

Mulher é sequestrada na 512 Sul e estuprada em matagal em São Sebastião

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 28/02/2012 07:19 / atualizado em 28/02/2012 14:17

Ariadne Sakkis

Uma mulher foi sequestrada e estuprada na noite dessa segunda-feira (27/2). Por volta das 22h30 a vítima esperava o namorado sair de uma loja no comércio da 512 Sul, quando foi abordada por dois homens armados que a levaram para a L2 Sul. Na via encontraram outro veículo, com dois rapazes. Houve a troca de motoristas e em seguida a vítima foi levada para um matagal em São Sebastião, onde foi violentada. Dois homens estão presos e dois menores apreendidos.

Segundo o namorado da vítima, que não quis se identificar, a mulher saiu da faculdade e os dois iriam se encontrar na saída do trabalho dele. O casal falava ao telefone quando os bandidos apareceram. O namorado viu o início do sequestro e tentou seguir o carro, VW Pólo, da namorada, mas sem sucesso. A maior parte da ação dos bandidos e as ameaças feitas à vítima foram ouvidas pelo rapaz. No entanto, não é possível dizer se o namorado ouviu o momento em que a mulher foi agredida sexualmente pelo homem mais velho do grupo, de 32 anos.

Mais à frente, o namorado encontrou uma viatura da Polícia Militar e relatou toda a história. Os PMs descobriram que o carro da jovem tinha passado pela Ponte JK e estava a caminho de São Sebastião. Ao saber da localização, eles acionaram o 21° Batalhão da Polícia Militar, em São Sebastião, que encontrou a vítima em uma estrada de chão perto de uma fazenda por volta de 1h.

A prisão de todos os envolvidos só aconteceu porque os policiais encontraram um deles próximo ao local em que a mulher havia sido localizada. Ele teria sido abandonado pelo grupo criminoso em função de desavenças com os comparsas. Depois de capturado, ele passou informações essenciais para guiar a polícia até os demais suspeitos. Eles estavam no Jardim ABC, na Cidade Ocidental (GO), na divisa entre o DF e o estado vizinho. Lá, homens do Grupo Tático e Operacional encontraram uma arma e um facão, além de dois carros roubados.

Os quatro foram levados para a 1° Delegacia de Polícia, na Asa Sul. A vítima e o namorado prestaram depoimento esta manhã na delegacia. Os maiores de idade serão indiciados por roubo triplamente qualificado – pelo uso de arma de fogo, pela formação de quadrilha e pela restrição à liberdade da vítima. O suspeito de cometer violência sexual será indiciado por estupro, apesar de ter negado o crime.

O Instituto Médico Legal (IML) fez exames na vítima e dentro de 30 dias deve liberar o laudo para concluir se houve ou não a agressão sexual.

publicidade

Tags:

publicidade