publicidade

Com paralisação de aviso, 600 mil pessoas ficam sem ônibus nesta quinta

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 04/07/2012 17:19 / atualizado em 04/07/2012 17:34

Luiz Calcagno

Nesta quinta-feira (5/7) haverá a paralisação dos motoristas e cobradores de ônibus do Distrito Federal. A paralisação é espécie de aviso do Sindicato dos Rodoviários: cerca de 600 mil brasilienses que dependem do transporte público vão provar o que pode acontecer na próxima semana se empresários, governo e a categoria não se entenderem e rodoviário decidirem pela greve. A decisão é da última assembleia, e eles prometem voltar ao trabalho normal na sexta-feira (6/7).

O presidente do sindicato, João Osório, diz não ver outro caminho para negociar com os patrões se não cruzar os braços. A entidade representa cerca de 15 mil trabalhadores. No próximo domingo (8/7) haverá nova assembleia. Os rodoviários reivindicam reajuste salarial de 7,88%, que deveria ter sido pago em maio.

Leia mais notícias em Cidades-DF

Para amenizar o impacto da falta de ônibus nas ruas, a Metropolitano do DF (Metrô-DF) estendeu as operações. As estações abrem a partir de 5h30. Ainda assim, a recomendação da empresa é para que os usuários cheguem ao local com antecedência para evitar atrasos.

publicidade

publicidade