publicidade

CEB e Furnas terão que dar explicações sobre apagão ao ONS na terça-feira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 20/10/2012 07:42 / atualizado em 20/10/2012 07:47

Arthur Paganini

Breno Fortes/CB/DA Press


Cerca de 400 mil pessoas foram privadas de energia ontem durante a tarde, pela segunda vez em quinze dias. Enquanto a população do DF sofre com os problemas de distribuição e manutenção da rede elétrica, a Companhia Energética de Brasília (CEB) e Furnas Centrais Elétricas não reconhecem de quem foi a falha. As duas empresas não somente se eximiram de responsabilidade pelo que aconteceu como jogaram a culpa uma na outra. Mas, de acordo com a apuração preliminar da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a ocorrência atingiu as instalações da CEB e de Furnas. Na próxima terça-feira, haverá uma reunião, quando as duas empresas deverão apresentar dados técnicos ao Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a fim de dar início ao processo de apuração.

Leia mais notícias em Cidades

O problema, de acordo com a CEB, ocorreu por causa de uma falta de suprimento de energia elétrica em Furnas. O diretor de Operação da companhia, Manoel Clementino, responsabilizou Furnas pela falta de energia de ontem. Segundo Clementino, uma investigação nos registros de falha na linha da CEB foi realizada e não foi detectada nenhuma interrupção. “As duas estações de Samambaia deixaram de receber energia, o que provocou o desligamento. Ao todo, o DF tem três estações, que são de propriedade de Furnas, que servem para receber do sistema nacional e repassar para a população por meio da CEB”, explicou. Em nota à imprensa, Furnas rebateu a afirmação da CEB e declarou ter um posicionamento diferente da companhia brasiliense. Segundo a empresa, a interrupção é de total responsabilidade da CEB, sendo as estações citadas por Clementino propriedade da companhia que ele mesmo dirige.

publicidade

Tags:

publicidade