publicidade

Peritos criminais de Brasília produzem filmagem em 3D da boate Kiss

O Instituto de Criminalística da capital é o único que possui a tecnologia para produzir o vídeo que simulará a estrutura interna da casa noturna

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 19/02/2013 12:20 / atualizado em 19/02/2013 12:33

O Instituto de Criminalistica (IC) da Polícia Civil de Brasília enviou o perito Welson Chen a Santa Maria, no Rio Grande do Sul (RS), para produzir uma filmagem em 3D da Boate Kiss que deixou 239 mortos no incêndio de 27 de janeiro. O especialista criminal chegou a cidade nessa segunda-feira (18/2), onde ficará até sexta-feira (22).

Apenas o IC de Brasília e Polícia Federal possuem os equipamentos necessários para a produção da filmagem que fornecerá uma simulação do ambiente no dia do incêndio. De acordo com o diretor administrativo do IC, Robson Santoro, serão colocados scaners em vários pontos da boate para realizar uma filmagem em 360°. As imagens scaneadas serão transformadas em uma computação gráfica em 3D.
 
 
A tecnologia permite simular como era feita a movimentação dentro da boate, além de mostrar todas as medidas do estabelecimento, as vias de acesso e as saídas de fuga. “Diferente de uma maquete produzida a partir da planta da boate, essa tecnologia mostra tudo que existia no local. Se tiver uma caixa de som que não estava prevista na planta, a filmagem vai identificar”, explicou Robson.


publicidade

publicidade