publicidade

Operação contra invasão de áreas públicas prende 13 pessooas no DF

A quadrilha tentava vender 400 lotes do condomínio irregular Mini Chacáras, no Lago Sul, com preços entre R$ 80 e R$ 120 mil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 05/06/2013 11:07 / atualizado em 05/06/2013 15:17

Treze pessoas suspeitas de invasão de área pública, parcelamento irregular, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha foram presas na Operação Faraó, realizada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), na madrugada desta quarta-feira (5/6).

O grupo tentava vender 400 lotes do condomínio irregular Mini Chácaras, no Lago Sul, com preços entre R$ 80 e R$ 120 mil.

Leia mais notícias em Cidades

Segundo a polícia, quatro presos comandavam o grupo, três eram usados como laranjas para lavagem de dinheiro e seis eram corretores. A 14ª integrante da quadrilha está foragida.

Com informações de Ana Pompeu.
 
Veja a reportagem da TV Brasília
 
 



publicidade

publicidade