cidades df
  • (7) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Suspeito de espancar e abusar de enteado de dois anos se entrega à polícia O professor de jiu-jitsu chegou a delegacia acompanhado de advogados

Publicação: 01/04/2014 21:16 Atualização: 02/04/2014 14:33

 (Reprodução/Facebook)

O professor de jiu-jitsu Daryell Dickson Menezes Xavier, suspeito de espancar e abusar do enteado de apenas dois anos, se apresentou na 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires) na noite desta terça-feira (1º/4). Xavier era considerado foragido.

De acordo com a delegada-chefe da 38ª DP, Tânia Dias Soares, Xavier chegou ao local acompanhado por advogados e passará a noite na Delegacia de Polícia Especializada (DPE). O suspeito só deve prestar depoimento na manhã desta quarta-feira (2/4).

De acordo com a delegada, o padrasto passou a ser considerado o principal suspeito do crime após prestar depoimentos contraditórios, levantando suspeitas sobre os fatos. Ele teria sido a última pessoa a ter contato com a criança. Miguel foi levado ao hospital na quinta-feira (27/3) com convulsão e vários hematomas pelo corpo, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu dois dias depois. Segundo a mãe da criança, Gabrielle Estrela, o padrasto permaneceu durante todo o tempo de internação do menino ao lado de sua família.

Leia mais notícias em Cidades

Gabrielle utilizou o perfil no Facebook para desabafar. "Eu entreguei minha vida e a do meu filho pra esse homem cuidar, eu acreditei no amor e na bondade dele, eu o apoiei, eu o amei, e aceitei seus defeitos sem saber que ele era algo muito pior, minha família inteira se encantou por ele, fomos acolhidos e acolhemos ele e seu filho", publicou.

Um laudo do Instituto Médico Legal (IML) indicou que a criança sofreu um grande impacto - possivelmente uma agressão - e que não caiu da própria altura. Para a delegada, há indícios de que um golpe teria sido desferido. "Não foi um tombinho a toa que causou o traumatismo craniano. Como o padrasto estava sozinho com a criança, prestou depoimento contraditório e tem envolvimento com lutas marciais, tudo indica que ele pode ter feito alguma coisa", contou Tânia.

Os indícios de estupro surgiram com o registro de fissura anal na criança. Não se sabe ainda, porém, se a fissura possui origem interna (problemas de intestino) ou externa (abuso sexual). O resultado do laudo técnico que revela a causa da fissura sairá em no mínimo 15 dias.

Assista à reportagem da TV Brasília

Esta matéria tem: (7) comentários

Autor: mercedes silva
SE ENTREGOU PORQUE SABE QUE NA RUA MORRERIA FACIFACIL, A GALERA NO FACEBOOK TÁ REVOLTADA!!! | Denuncie |

Autor: Luiz Sergio
Agora se dá início a outra parte do show de horror. As milhares de brechas existentes nas leis desse país. Tomara que não seja o caso e esse senhor vá de encontro ao que lhe espera na prisão. (E ele sabe bem o que é) | Denuncie |

Autor: Danielle Novais
Como pode ter gente (se é que um indivíduo desse pode ser classificado como ser humano) fazer tamanha brutalidade!? Que a justiça Divina seja feita, porque infelizmente a dos homens quando não falha, ainda é pouco pra casos como esse. Que vc pague por tudo que vc fez! Aqui e nas profundezas do Umbra! | Denuncie |

Autor: Mara Lima
A papuda está em festa aguardando o playboy... | Denuncie |

Autor: Rogério Guerreiro
Pelas leis Brasileiras ele se apresenta para ser absorvido. Logo um magistrado ou alguém parecido se encarrega de deixá-lo solto. Esse tipo de crime merece um olhar mais atento das autoridades do país. Lamentável. | Denuncie |

Autor: marco rodrigues
Dilma!!!!!! acorda e vamos votar a pena de morte...é um absurdo.. Oh!! SENADO E CAMARA!!!! prisao perpetua.. vamos votar... Vcs percebem que quase ng quer mais votar..sabe pq?? Brasil.. o País da impunidade, da falta de respeito~~ Gente.. a criança tinha 2 anos..... 2anos.. digo 2 anos... Acda Brasil | Denuncie |

Autor: filomena rocha
A mae do menino vive em outro planeta, se entrgou a si e o filho para esse canalha cuidar. Acorda mulher, homem nao toma conta de ninguem, nem de si mesmo, em muitos casos. mulheres precisam contar com si mesmas, esqueca o animal com chocalho pendurado entre as pernas | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.


  • Últimas notícias
  • Mais acessadas