Cidades

Renato Russo se inspirava em personagens de Brasília para compor

O líder da Legião Urbana dedicou a música Eduardo e Mônica a um casal brasiliense, que ainda está junto, com filhos, e mora na capital

Renato Alves
postado em 20/07/2014 07:30
 (foto: Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press)
(foto: Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press)

Praça Eduardo e Mônica, no Estacionamento 10 do Parque da Cidade: espaço do encontro fictício do casal que dá nome ao sucesso da Legião Urbana

São muitos os Eduardos e as Mônicas que inspiraram aquele que viria a ser um dos maiores sucessos da Legião Urbana. Nenhum dos casais tinham um Eduardo e uma Mônica. Os nomes dos personagens são fictícios. Renato Russo, inclusive, recorreu às lembranças das experiências da sua adolescência em Brasília, onde morava quando escreveu a canção. Mas a relação de um casal de amigos foi a grande referência para a música escrita em 1982.

;O Renato Russo dizia que escreveu a letra a partir da observação de encontros e desencontros de casais amigos próximos dos tempos de Brasília. Entre eles, uma amiga bem próxima, a artista plástica Leo (Leonice) Coimbra, que estava começando a namorar um cara mais jovem, seu futuro marido, Fernando Coimbra;, conta o jornalista Carlos Marcelo, autor de Renato Russo ; O filho da revolução, biografia do líder da Legião.

Estudante de antropologia da Universidade de Brasília (UnB), casado, no início dos anos 1980, Fernando tinha uma coleção de LPs comprados em Paris. Um luxo para a época. Entre os discos, havia obras-primas de Traffic e Eric Clapton. Essas raridades atraíram o interesse de Renato Russo e deram início à longa amizade com o jovem casal Leo e Fernando, que tinha dois filhos pequenos.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação