SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

RACIONAMENTO

Nível de reservatório do Descoberto chega a 28,79%, o menor da história

A crise hídrica continua a castigar o Distrito Federal e moradores podem enfrentar racionamento e taxas extras

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/10/2016 11:47 / atualizado em 15/10/2016 12:33

Helio Montferre/Esp. CB/D.A Press

A Barragem do Descoberto continua quebrando recordes negativos. Na última semana o reservatório ficou, pela primeira vez em sua existência, com o nível de água abaixo de 30%. Na sexta-feira (14/10), o número continuou diminuindo.

Segundo a Agência Reguladora de Água do Distrito Federal (Adasa) o nível chegou a 28,79% e caso a previsão de ausência de grandes chuvas permaneça, em breve a população do DF terá que pagar a mais pela água consumida.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as chuvas de maior volume só acontecerão em novembro, o que exige racionamento por parte da população.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Alvaro
Alvaro - 17 de Outubro às 09:28
Pega água do lago, o lago esta cheio!!!!!
 
alvailton
alvailton - 16 de Outubro às 08:15
Cade a aguá do Corumbá, Os corruptos sumiram com os recursos que hoje atenderiam Brasília e o Entorno Sul eles e que tem que paga esta conta extra, pois nós temos nenhum culpa. Pois já tinha previsão a mais de 20 anos que agua do descoberto hoje seria insuficiente para atender Brasília. Não colocar a culpa na chuva.
 
José
José - 15 de Outubro às 13:06
mas os que mais gastam água, são os que dizem, " eu posso pagar", prédios que até hoje não hidrometro individualizado, igual onde eu moro, pois os apartamentos que tem famílias , não querem isso, querem gastar a vontade, vamos todos pagar a conta, tantos nos que sabemos que temos de economizar, como as senhoras que que todos os dias varrem a rua com água.

publicidade