PMs acham remédios de hemodiálise no prazo de validade em terreno baldio

Policiais checavam uma denúncia anônima de descarte irregular de material hospitalar quando encontrou os remédios de hemodiálise espalhados próximos ao HRSM

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/10/2016 10:02 / atualizado em 17/10/2016 12:25

PMDF/Divulgação
 
Um descarte irregular de materiais usados em hemodiálise virou alvo de investigação em Santa Maria. Policiais militares encontraram caixas e recipientes fechados, com data de validade para 2018, em um terreno baldio próximo ao Hospital Regional da cidade (HRSM). Os medicamentos, dentre eles o Peritosteril, da marca Fresenius Medical Care estavam espalhados ao lado de ampolas, dentro e fora de caixas de papelão.


Leia mais notícias em Cidades

Policiais militares lotados na inteligência da corporação encontraram o material por volta de 7h desta segunda-feira (17/10) após uma denúncia anônima. Inicialmente, a informação era que se tratava de “grande quantidade de material hospitalar abandonado no conjunto R da quadra 100”, segundo a comunicação da PM. Os militares apreenderam os medicamentos e os entregaram na 20º Delegacia de Polícia.

PMDF/Divulgação

No meio do material havia, ainda, tubos para aplicação do remédio na veia, também embalados. Os PMs lotaram o porta-malas do carro e o banco de trás do veículo com as caixas e envelopes plásticos lacrados. A reportagem procurou a Secretaria de Saúde e aguarda uma resposta.
 
PMDF/Divulgação
 
Em nota, a Secretaria de Saúde informou que “as empresas cujos nomes aparecem nas etiquetas do material descartado de forma irregular não são fornecedoras do Hospital Regional de Santa Maria, ou seja, o material não pertence à unidade”. Além disso, segundo o texto, “a superintendência esclarece que tem cadastrado, para recebimento de materiais para diálise peritoneal em residência, 16 pacientes”. Porém, o nome do destinatário nas embalagens não está na lista da secretaria.

“A Subsecretaria de Vigilância à Saúde da Secretaria de Saúde esclarece que seringas e medicamentos vencidos não devem ser descartados no lixo comum. A área recomenda que material cortante ou pontiagudo deve ser descartado em uma caixa de papelão lacrada e identificada e entregue ao centro de saúde mais próximo.”
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.