SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Policiais Civis anunciam nova paralisação para a próxima quinta-feira

Delegacias não estão mais realizando plantões por falta de pessoal. Durante o período, agentes ficam em frente à delegacia informando população

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/10/2016 20:14 / atualizado em 17/10/2016 20:31

Alessandra Modzeleski - Especial para o Correio

Mesmo após reunião com governador Rodrigo Rollemberg, na tarde desta segunda-feira (17/10), Policiais Civis do Distrito Federal optam por dar continuidade à paralisação. A categoria parou os trabalhos em todas as delegacias do DF nesta manhã e só retoma nesta terça-feira (18/10). Em seguida, o próximo ato está marcado para a próxima quinta-feira. Todos os agentes cruzarão os braços por 24h. Durante esse período, as portas das delegacias estarão fechadas, com agentes orientando sobre o movimento.

 

Leia mais notícias de Cidades

 

A reunião no Buriti foi a continuação de uma longa negociação da categoria com o governo por aumento salarial de 37%, outros benefícios, como auxílio moradia, além de falta de pessoal e alta carga horária. Os deputados distritais Cláudio Abrantes (Rede), Joe Valle (PDT), Professor Israel Batista (PV), Reginaldo Veras (PDT) e Chico Leite (Rede), acompanharam a reunião que, de acordo com o presidente do Sindicato da Polícia Civil (Sindpol-DF), Rodrigo Franco, acabou sem nenhuma decisão.

 

 

Antonio Cunha/CB/D.A Press

 

“Nós somos a única carreira que não tem um avanço nas negociações. A Polícia Militar conseguiu aumento e nós não vamos receber nada. A tendência do nosso movimento é aderir a paralisações e greves maiores, mas vamos acompanhar para ver se o cenário muda”, explicou. De acordo com o sindicalista, Rollemberg garantiu que marcará um novo encontro, ainda essa semana, para continuarem as negociações.

Desde setembro, 24 das 37 delegacias do DF estão sem funcionar no plantão. O motivo, de acordo com o sindicato, é a falta de equipe completa - delegado, escrivão e agente. O ato procura impedir o acúmulo de funções e que policiais fiquem além da carga horária de 40 horas semanais.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Fause
Fause - 18 de Outubro às 10:14
ESTUDEM E FAÇAM CONCURSO PARA PMDF!
 
Sergio
Sergio - 17 de Outubro às 23:19
Auxilio moradia já é safadeza e outra é inconstitucional, este tipo de auxilio é para quem vem prestar serviço na capital para o governo federal, estão querendo entrar na ondinha que já beneficia os Juízes, daqui a pouco vão querer serem chamados de excelência também. E assim caminha a humanidade, viva os pedidos mais tresloucados, desde a abertura política e a esta suposta democracia de corruptos, e imorais.
 
Maria
Maria - 18 de Outubro às 12:09
Querer ganhar como a PF, mas sem fazer concurso, também é safadeza. E, outra, é inconstitucional. Isso tipo de salário é para quem integra a PF. Estão querendo entrar na ondinha dos 37%, que já beneficia os policiais federais, daqui a pouco vão querer ser(e não serem como você escreveu) chamados também de Policiais Federais! E assim caminha a humanidade, viva os pedidos mais tresloucados...

publicidade