SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Assembleias vão definir os rumos da ocupação na Universidade de Brasília

A ocupação da UnB começou na madrugada da última segunda-feira, em Planaltina, quando 75% dos universitários decretaram o início do ato no local

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/11/2016 06:00 / atualizado em 03/11/2016 16:27

Ana Viriato - Esp. para o CB /

 
 
O movimento de ocupação da Universidade de Brasília (UnB) promove nesta quinta-feira (3/11) assembleias para definir os rumos da mobilização em quatro departamentos do câmpus Darcy Ribeiro — o local já concentra aglomerações de estudantes em seis setores. Em Planaltina, cerca de 400 alunos acampam na sede do centro universitário. A Faculdade de Engenharia do câmpus do Gama também deve ser ocupada após a realização de assembleia dos discentes do curso. Munidos com faixas, os estudantes protestam contra a Proposta de Emenda à Constituição que limita os gastos públicos durante os próximos 20 anos, a PEC 55 (ex-PEC 241), aprovada pela Câmara dos Deputados em 26 de outubro.

A ocupação da UnB começou na madrugada da última segunda-feira, em Planaltina. Com as mensagens “Não ao retrocesso” e “FUP (Faculdade UnB Planaltina) ocupada”, 75% dos universitários decretaram o início do ato no local. Devido à manifestação, estão suspensas as atividades regulares de professores, técnicos-administrativos e alunos. Quatrocentos discentes acampam no local com barracas e colchões. O fluxo diário, entretanto, é maior. Segundo a comissão de comunicação da mobilização, todos os interessados têm acesso às aulas públicas e às assembleias que ocorrem no local.

O ato estendeu-se, no mesmo dia, ao câmpus Darcy Ribeiro, situado na Asa Norte. Durante a noite, 1.434 universitários determinaram a ocupação da Reitoria. Em seguida, outros seis setores da universidade receberam aglomerações: a Faculdade de Comunicação (FAC), a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU), o Instituto de Artes (IdA), o Bloco de Salas de Aula Sul (BSA), o chamado “Quilombo” e o Instituto de Ciências Humanas (IH).
 
A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui  

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade