SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Quatro equipes do DF disputarão a Olimpíada do Conhecimento

Desafios interativos, exposições e palestras com youtubers, designers, estilistas e outras personalidades são algumas das atrações da competição, que começa esta semana

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/11/2016 06:03

Ana Paula Lisboa

 

Quatro equipes de alunos de cursos técnicos do Distrito Federal se juntarão a um total de 1,2 mil competidores na nona edição da Olimpíada do Conhecimento, maior competição de educação profissional das Américas, a partir da próxima quinta-feira (10), em Brasília. O evento, promovido a cada dois anos desde 2001, continuará até dia 13, domingo. Quem passou pelo Eixo Monumental nos últimos dias deve ter reparado numa estrutura montada nos arredores do Ginásio Nilson Nelson. É num espaço de 50 mil m² — onde até um curral foi montado para os testes de produção leiteira — que estudantes do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e de Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) passarão por provas individuais e em grupo. Os estudantes devem concluir 80% dos projetos coletivos antes do evento.


Além da competição principal, haverá festival de robótica, exposições, palestras e outras atividades. A programação é fruto de parceria entre o Senai e o Ministério da Educação (MEC) e vai além dos desafios. “Será um grande festival de informações sobre o universo das profissões técnicas. O tema central é ‘Escolha’, para que o jovem possa definir de que maneira quer se engajar no mundo do trabalho”, define Rafael Lucchesi, diretor-geral do Senai. Quem pensa em eleger uma profissão terá apoio: “embaixadores” estarão disponíveis para explicar sobre as carreiras técnicas e as médias salariais. Além disso, haverá diversas palestras abertas ao público. “Teremos personalidades que dialogam com as redes sociais e o mundo do trabalho”, afirma o também diretor de Educação e Tecnologia da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

 

Minervino Junior/CB/D.A Press
 

 

Entre os convidados, estão o designer de interiores Marcelo Rosenbaum; o criador do canal do YouTube Manual do Mundo, Iberê Thenório; o estilista Alexandre Herchcovitch; o chef e apresentador do SBT Carlos Bertolazzi; e o blogueiro Hugo Gloss. “São pessoas que vocalizam ambições dos jovens e dialogam com o mundo das profissões”, afirma Lucchesi. “O evento passará a mensagem da importância da educação técnica como caminho provedor de oportunidades para jovens, empresas e o país.” A expectativa é receber de 100 mil a 150 mil visitantes. A organização espera que mais de 1 milhão de pessoas acompanhem o evento on-line, pelo site www.mundosenai.com.br/eventos/olimpiada-do-conhecimento.


Neste ano, a programação contará, pela primeira vez, com um novo formato de provas. Os testes individuais terão menor duração. “Será como uma partida de futebol, em que as pessoas poderão assistir até a premiação”, observa Lucchesi. A grande estrela serão os desafios por equipe, que envolvem sete áreas: construção e edificações; tecnologias de manufatura e engenharias; tecnologias da informação e comunicação; transporte e logística; moda e criatividade; serviços; e engenharias agrícola e pecuária (saiba mais sobre os desafios na página 5). Outra novidade é o fato de que os visitantes poderão votar nas equipes. “É um formato que dialoga mais com a juventude, mas sem perder o rigor técnico”, garante o diretor-geral do Senai.

 

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui   

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade