SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Rodoviários fazem paralisação e estacionam 200 ônibus em frente ao Buriti

Os trabalhadores paralisaram os serviços nas regiões do Recanto das Emas e em Samambaia a partir das 11h desta sexta-feira por causa da violência. A promessa era que eles retornassem ao trabalho às 15h

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/11/2016 14:23 / atualizado em 18/11/2016 19:28

Wellington Hanna/Esp. CB/D.A Press

 
A paralisação de rodoviários no Recanto das Emas e em Samambaia desde as 11h desta sexta-feira (18/11) só deve terminar depois das 15h. Cerca de 700 rodoviários que atuam nessas duas regiões fizeram uma carreata, no início da tarde, e estacionaram 200 em frente ao Palácio do Buriti como forma de protesto contra a violência. 
 
 
O secretário de comunicação do Sindicato dos Rodoviários, Marcos Júnior Duarte, informou que entre 300 a 350 ônibus participaram da carreta em direção ao Buriti. No entanto, a Polícia Militar destacou que são 200 coletivos. O acordo com a PM é que a categoria ocupe duas faixas do lado esquerdo da via N1 do Eixo Monumental, sentido antiga Rodoferroviária. “Queremos a segurança pública dos trabalhadores rodoviários que, a cada a dia, são assaltados e não tem nada de eficaz como solução”, ressaltou Marcos Júnior Duarte.
 

 
Segundo dados divulgados em 9 de novembro pela Secretaria de Segurança Pública e da Paz Social do DF, as ocorrências de assalto a ônibus aumentaram em outubro deste ano. Os roubos a coletivos passaram de 278 em setembro contra 369 em outubro de 2016: 91 a mais. Se comparado com o mesmo período de 2015 o aumento foi de 15,3%, já que no ano passado houve 314 casos.
 

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade