Publicidade

Estado de Minas

TRT expede liminar para impedir paralisação de rodoviários

A decisão determina que o sindicato da categoria se abstenha de promover a paralisação nesta sexta-feira, bem como de obstruir garagens e impedir a circulação de veículos


postado em 18/11/2016 14:52 / atualizado em 18/11/2016 15:20

(foto: Wellington Hanna/Esp CB/D.A Press)
(foto: Wellington Hanna/Esp CB/D.A Press)
 
 
O Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT 10) expediu uma liminar para impedir a paralisação dos rodoviários nesta sexta-feira (18/11). As empresas de transporte estão sujeitas a multa de R$ 100 mil, caso descumpram a determinação.

A decisão, assinada pela desembargadora Maria Regina Guimarães, determina que o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Terrestres de Passageiros Urbanos, Interestaduais, Especiais, Escolares, Turismo e de Cargas do DF (Sittrater-DF) se abstenha de promover a paralisação, bem como de obstruir garagens e impedir a circulação de veículos. 
 
 
Além de proferir a liminar, o TRT 10 também marcou uma audiência de conciliação entre o Sittrater e as empresas Viação Piracicabana, Auto Viação Marechal e Urbi Mobilidade Urbana. O encontro deve acontecer na próxima segunda-feira (21/11), às 10h.

Paralisação
A paralisação de rodoviários no Recanto das Emas e em Samambaia desde às 11h desta sexta-feira (18/11) só deve terminar depois das 15h. Cerca de 700 rodoviários que atuam nessas duas regiões seguem em carreata, no início da tarde desta sexta-feira, para a frente do Palácio do Buriti em protesto. Por volta das 14h25 eles estavam na altura do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. 
 
Com informações de Isa Stacciarini 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade