SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

A poucos dias do PAS, professores dão dicas para a prova

Exame seletivo para a Universidade de Brasília (UnB) será aplicado no próximo domingo para estudantes do 3º ano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/11/2016 06:00 / atualizado em 23/11/2016 23:09

Correio Braziliense

Andre Violatti/Esp. CB/D.A Press
 
 
Os candidatos da terceira etapa do Programa de Avaliação Seriada da Universidade de Brasília (PAS/UnB) terão o dobro de vagas disponíveis no ciclo que termina este ano. Serão 4.222, distribuídas entre 99 cursos. A instituição vai dividi-las para ingresso nos dois semestres letivos de 2017, metade no primeiro e a outra metade no semestre seguinte. Para quem vai concorrer, as dicas são as mesmas para as três etapas: é hora de relaxar e confiar no que estudou até agora.
 
 
A professora de português Bernadete Carvalho, do colégio Marista de Brasília, lembra que é importante dominar obras descritas na Matriz de Referência da prova, isso porque a tendência é que o exame avalie competências e habilidades de maneira interdisciplinar. “No mesmo bloco de itens pode haver uma variedade maior de exigências”, destaca. Ela dá o exemplo de uma canção a partir da qual podem ser cobradas questões de sociologia, matemática e artes visuais. “O estudante tem que transitar entre as disciplinas com mais desenvoltura.”

A orientação da professora da mesma disciplina Joana Melo Hardman, do Centro Educacional Darcy Ribeiro, é justamente aproveitar para assistir esses vídeos e filmes recomendados para a prova e revisar anotações sobre as obras literárias propostas. “Nada de decorar fórmulas de última hora. É preciso dormir cedo, se não conseguir, fazer alguma coisa que te distraia e comer alimentos leves, sem fast food”, acrescenta.

Sobre a redação, as professoras lembram que o PAS não cobra um número mínimo de linhas e que tem outras diferenças com relação ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem): o texto não necessariamente será dissertativo-argumentativo, é preciso seguir a orientação da questão; é importante evitar ao máximo erros gramaticais, pois a pontuação deles é descontada por linha; se for solicitado título, o candidato não deve se esquecer de escrevê-lo — e sem ponto final.

Além disso, o estudante precisa ter, no mínimo, quatro pontos de média nos três anos para passar. Caso já tenha pontuação suficiente nas duas primeiras etapas, não precisa se preocupar tanto com o texto deste ano, pois o peso na nota final é pequeno. “É preciso reservar entre 30 e 50 minutos para escrever, para que o candidato possa gerenciar o tempo da prova objetiva”, ressalta ainda a professora Bernadete.

A estudante do 3º ano do CED Darcy Ribeiro Camila Soares, 18 anos, conta que está um pouco ansiosa para o grande dia, mas confiante na preparação. “Vi todas as obras, refiz provas anteriores e tive apoio dos professores na escola. Aos sábados tenho Pré-PAS e sempre trago a redação para a professora corrigir”, relata. Agora, vai se dedicar apenas a revisões pontuais de conteúdo com o objetivo de alcançar a vaga no curso de história.

Dicas para o dia da prova

Veja as principais informações sobre a avaliação e saiba como se preparar

Local e horários

Os locais de prova estão disponíveis no site www.cespe.unb.br/pas e listas com os nomes dos candidatos serão afixadas na entrada de cada sala ou bloco. A orientação é que os estudantes cheguem com uma hora de antecedência, às 12h. As provas começam às 13h e têm cinco horas de duração. É preciso permanecer na sala, no mínimo, uma hora, sob pena de eliminação. Para levar o caderno de questões é necessário aguardar os últimos 15 minutos da avaliação.

O que levar

É necessário levar documento de identificação com foto — como Carteira de Identidade, Passaporte e Carteira Nacional de Habilitação —, além de caneta preta fabricada em material transparente e comprovante de inscrição. Alimentos (biscoito, chocolate, barra de cereal, etc) e água devem ser levados em recipientes também de material transparente.


O que não levar

Livros, anotações, calculadora, telefone celular, pendrive, mp3 player ou qualquer equipamento eletrônico, relógio, óculos escuros, protetor auricular, chapéu, boné ou gorro, lápis, lapiseira, caneta marcatexto e borracha são todos itens proibidos e devem ser colocados em sacola entregue pelos fiscais. A orientação da banca é que sequer sejam levados esses itens.

Estrutura

Em cada uma das três etapas, os candidatos fazem uma prova de conhecimentos e uma de redação. A primeira é dividida em duas partes, a de língua estrangeira (espanhol, francês ou inglês, de acordo com a opção do estudante); e a de artes cênicas, artes visuais, biologia, filosofia, física, geografia, história, língua portuguesa, literaturas de língua portuguesa, matemática, música, química e sociologia.
 
A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.  

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade